28 de mar de 2014

Movimento Tropicaliano - Balduel de Almeida

O Livro invade a mente do leitor como um grito de esperança, com uma abordagem de fácil compreensão, perpassando por temas atuais e atingindo um futuro próximo, uma utopia muito bem criada por Balduel de Almeida, certamente nos dá a entender que a elaboração da obra Movimento Tropicaliano vai além de um dom do autor, e facilmente classifico como uma necessidade que nasceu em Balduel em expor ao Brasil seus ideais, notavelmente foi uma forma diferenciada para que o autor erguesse sua bandeira, tendo como base pensamento e ideologias éticas, onde a chave está na simplicidade, nada de grandes invenções, apenas o simples andar pra frente da maneira como foi concebido a todos os seres humanos. 
Certamente uma injeção de ânimo a todos os brasileiros que tiverem a oportunidade de ler, pois então não fiquem de fora. Se existe algum momento certo na vida para ler um determinado tipo de livro, com toda certeza digo que o momento hoje é de ler Movimento Tropicaliano. Meu caro leitor (a) o assunto aqui é sobre você, sobre milhões de brasileiros, sobre uma nação sofrida, que tanto almeja o dia do basta.
Balduel desperta no leitor o desejo de viver em Tropicália, país este que muito se assemelha com o Brasil, tendo como única diferença o fato de que aqui no Brasil, vivemos a incerteza de um futuro tão vitorioso e promissor quanto ao de Tropicália. E não tenham dúvidas, na ficção de Balduel, eles tiveram um árduo caminho a percorrer. 
No livro iremos nos deparar com várias referências, como o protesto tarifa zero que vivenciamos a pouco tempo, mas em Tropicália o elemento motivador foi o tomate, fator esse que também criou grande repercussão em nosso querido Brasil.
O escritor possui traços de autores clássicos, que nos traz além de uma forma de cultura e entretenimento, uma verdadeira previsão futurística, e para nossa felicidade, tudo isso de uma forma muito otimista. Movimento Tropicaliano, um livro que antes de enfeitar qualquer estante, poderá transformar aquele que o ler, algo útil em formas de palavras, que podemos em muito breve transformar em realidade.  
Uma leitura dinâmica com um enredo muito bem preparado, sem deixar de abrir espaço para que o leitor tome suas próprias conclusões, pois indiretamente o leitor irá notar que Balduel tece informações que estão o tempo todo na mídia, fatos tão corriqueiros que acabamos nos acostumando, logo então é comum tratarmos atitudes criminosas como normais, Balduel merece atenção e respeito, uma leitura que deveria ser obrigatória a todos os brasileiros. 
De maneira não tendenciosa, Balduel se mostra visionário e muito criativo,  a obra se desenvolve com uma entrevista em um programa de época, onde o entrevistado Sr Bezerra Natal Schmidt, ex-ministro da justiça do Governo Tropicaliano do ex-presidente Paullo Sena, tendo como referência a comemoração dos 50 anos do "Dia do Basta" que aconteceu em 2013 no país Tropicália. Algo simplesmente arrebatador, um marco na história do país. 
No decorrer no programa Balduel expões sua idéias em uma história fictícia através do personagem Bezerra Natal Schmidt, momentos históricos que aconteceram em um lugar distante, porém com muita coisa em comum ao Brasil, são expostos de uma maneira brilhante pelo autor. O Livro aborda as manifestações, o acordar de uma nação, com o enfoque na corrupção em sua forma mais real, equiparando-a como um câncer na sociedade, deixando bem claro que ela reside não somente na política, mas também no mundo corporativo, perpassando desde empresários e atingindo o cidadão comum, dando lhe formas de corruptos e corruptores. 
Nessa fantástica história que se passa em Tropicália, somos presenteados com um manual para realizarmos uma reforma política e combater a corrupção, Balduel nos concebe a ideia de uma civilização próxima ao ideal, onde viveríamos em um mundo melhor, esse lugar se passa em um futuro não muito distante, mas que em nosso mundo real, nesse quadro social, político e econômico do Brasil em que vivemos hoje, nada mais é do que um sonho ainda não realizado, com traços otimistas, projetando um Brasil mais justo, Balduel cria muito mais do que um simples livro, como também faz nascer uma esperança muito forte.

Casa de Livro Recomenda.

Título: Movimento Tropicaliano
Autor: Baulduel de Almeida
Editora: Novo Século
Paginas : 142
Ano Lançamento:2013

Boa Leitura

Casa de Livro

Sidney Matias




Disponível à venda em:




Oooooooooh! Oooi!

Vocês que fazem parte dessa massa
Que passa nos projetos do futuro
É duro tanto ter que caminhar
E dar muito mais do que receber...
E ter que demonstrar sua coragem
À margem do que possa parecer
E ver que toda essa engrenagem
Já sente a ferrugem lhe comer...

Êeeeeh! Oh! Oh!
Vida de gado
Povo marcado, Êh!
Povo feliz!...

Lá fora faz um tempo confortável
A vigilância cuida do normal
Os automóveis ouvem a notícia
Os homens a publicam no jornal...
E correm através da madrugada
A única velhice que chegou
Demoram-se na beira da estrada
E passam a contar o que sobrou...

Êeeeeh! Oh! Oh!
Vida de gado
Povo marcado, Êh!
Povo feliz!...

Oooooooooh! Oh! Oh!

O povo foge da ignorância
Apesar de viver tão perto dela
E sonham com melhores tempos idos
Contemplam essa vida numa cela...
Esperam nova possibilidade
De verem esse mundo se acabar
A Arca de Noé, o dirigível
Não voam nem se pode flutuar

Não voam nem se pode flutuar
Não voam nem se pode flutuar...

Êeeeeh! Oh! Oh!
Vida de gado
Povo marcado, Êh!
Povo feliz!...


Ooooooooooooooooh!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: