26 de jan de 2015

O CÃO - (Contos Que eu Conto) - Priscila Magalhães.


Mais um conto que a talentosa Priscila Magalhães escreveu com perfeição.
Emocionante, encantadora e bem humorada na medida certa, esse conto consegue nos transportar para uma vida simples, batalhadora e leal.
Ludovico é um homem que muito sofreu na infância.
Viu sua mãe morrer, seu pai colocar uma prostituta em sua cama.
Trabalhava sem descanso para sustentar a casa, e não tinha nenhum tipo de amor e carinho.
Decidiu então ganhar o mundo com suas próprias mãos.
Tentar uma vida nova, longe daquele lugar que tanto lhe entristecia.
Após muitos anos de luta, e solidão, um cão tornou-se seu amigo.
Ele não sabia mais o que era uma companhia, não sabia como tratar um ser vivo com respeito.
Mas sabia que aquele cão necessitava de ajuda.
Mesmo contra suas próprias vontades, ele deu água e comida para o cachorro que estava lhe fazendo companhia.
Tão maltratado o cãozinho, magro e com sede.
Estava realmente estropiado, como Ludovico passou a chamá-lo.
Como iria conseguir cuidar dele?
Ludovico não cuidava nem de si mesmo.
Mas o amor que o cão lhe deu, ao retribuir a água e a comida, foi tão grande. Que o homem lembrou-se da felicidade que sentia ao lado de sua mãe.
Uma história fascinante que todos devem ler.
Casa de Livro Recomenda.


Titulo: O Cão - Contos Que eu Conto.
Autora: Priscila Magalhães.

Boa Leitura.
Casa de Livro.

Karina Belo.

 



O dia não demorou a amanhecer, mas o que sucedeu é que, pela primeira vez desde a morte da mãe, Ludovico foi desperto com afeto. É que o cão, agradecido pelos cuidados que o homem dispensara a ele, foi acordá-lo com calorosas e úmidas lambidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: