2 de ago de 2012

Ken Kesey – UM ESTRANHO NO NINHO


Best-seller de grande influência do autor norte-americano Ken Kesey, com mais de 5 milhões de cópia vendidas, que também ganhou adaptação cinematográfica pelo diretor tcheco Milos Forman, obtendo também um enorme sucesso, interpretado pelo lendário Jack Nicholson.
Nosso protagonista é Randall McMurphy, um preso rebelde que finge ser louco com a intenção de ser transferido para um local que segundo sua imaginação seria de fácil convivência, um hospital Psiquiátrico. No entanto, suas atitudes não demonstram problema algum em sua saúde mental, o que faz nascer várias discussões entre ele, a enfermeira Ratched e os médicos da clínica.

O autor nos traz a rotina diária dos pacientes internos, cada uma com seus medos, anseios e loucuras, tudo isso de uma forma muito interessante, fazendo com que o leitor seja transportado para um sanatório de verdade.


McMurphy é um cara cativante, jogador, lutador, e entra em uma luta acirrada buscando a confiança dos internos e disputando espaço com a enfermeira chefe Ratched, um rebelde nato, amante dos prazeres da vida, e sua forma tempestuosa de ser, altera completamente o clima do hospital.

O que temos é um jogo, no qual McMurphy aposta todas as suas fichas, transformando tudo em uma guerra, em que a honra, os corações dos homens e suas mentes, ficaram divididos entre ele e a Sra. Ratched, até o ponto em que tudo irá se definir drasticamente.
Um jogo psicológico, em que ele tem como arma a força de vontade e ajuda de alguns companheiros, que é de grande valia, do outro lado Sra. Ratched, usando de todos os meios que o hospital lhe oferece para ter sua rotina como nos velhos tempos, em que sua ditadura reinava facilmente.


Aproveitando das indefesas de cada interno, inicialmente em seu próprio beneficio, depois em algo favorável a todos, criou um verdadeiro cassino, entre os internos, promoveu festas clandestinas, viagens em auto mar, doses e mais doses de aventuras inesperadas por qualquer mente que ali vivia.
Iremos presenciar brigas entre os internos, muito sangue, remédios sem fim, e a temida terapia do choque, aonde os internos sendo loucos ou não, no final serão levados a este estado.


Tanto o lado psicológico quanto o lado clinico foi muito bem retratado no livro, e temos como nosso narrador o Sr Bromden, um índio interno no hospital. McMurphy fica muito próximo a ele, recuperando a autoestima do velho chefe indígena que também é o alivio cômico tanto no livro quando na versão cinematográfica.
Uma excelente leitura, com um final lógico dentro daquele ambiente, Casa de Livro recomenda. 




Boa Leitura

Casa de Livro Blog

Sidney Matias

Título: Um Estranho No Ninho
Título original: One Flew Over The Cuckoo´s Nest
Autor: Ken Kesey
Páginas: 336
Ano: 1962
Editora: Record



Saiam do meu caminho, as vezes quando vou exercitar uso todo o ar das redondezas, e homens adultos desmaiam de sufocação, cheguem para trás.
( McMurphy )


A próxima mulher que sair comigo, 
vai acender como um fliperama"
 McMurphy para os dementes, após uma sessão de choques



“… Um voou para leste, um voou para oeste,
Um foi voar por cima do ninho do cuco.”

A imaginação é capaz de atravessar qualquer prisão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: