15 de mar de 2018

SETE MINUTOS DEPOIS DA MEIA-NOITE - Patrick Ness

Resultado de imagem para sete minutos depois da meia noite

Alguns livros são emocionantes e incríveis, mas este foi um dos poucos que me deixou extasiada, com lágrimas nos olhos e que me fez exclamar inúmeras vezes: "Meu Deus".
Patrick Ness é um jovem escritor e jornalista britânico. Encontra-se entre os sete escritores que conquistaram duas medalhas Carnegie. Suas obras estão ganhando reconhecimento no mundo literário. E cada vez mais leitores se encantam com histórias tão comoventes, emocionantes e brilhantes.
"Sete Minutos Depois da Meia-Noite", nos apresenta Conor O'Malley.

Resultado de imagem para sete minutos depois da meia noite

Conor nunca foi um exemplo de garoto simpático, rodeado de amigos e sorridente. Pelo contrário, com apenas treze anos de idade, sua vida é marcada pelo sofrimento. Mas não perder sua essência, era um garoto amoroso com sua mãe, cheio de esperança, e que enfrentaria seu mais aterrorizante pesadelo.
Após a separação de seus pais, Conor vivia uma vida simples em uma pequena e aconchegante casa. De sua janela tinha vista para um enorme Teixo. A árvore tinha histórias que unia mão e filho.
O garoto, muitas vezes, sentia raiva do pai. Há anos ele não os visitava. Ele tinha uma nova família agora. Mais importante que o próprio Conor.

Resultado de imagem para sete minutos depois da meia noite

Porém agora as coisas não são como antes, e ele sabe que até seu pai irá aparecer.
A mãe de Conor está muito doente.
Seu corpo foi tomado pelo câncer. Os médicos fazem todo o possível. 
Conor presencia toda a força e garra que ela tem ao enfrentar os tratamentos. Mas ele já não suporta tanta dor.


 Seu peito fervilha de raiva. Suas noites são repletas de pesadelo, sua vida é um abismo de solidão.
Foi quando o relógio marcou 00:07 hrs, que uma fascinante aventura aconteceu na vida do garoto.
O teixo virou um monstro, uma árvore gigante com vida. 
Um monstro que iria lhe contar três histórias, e no final Conor contaria a quarta e última história. A história de sua vida.


Foram noites de tristeza e dor, onde o monstro era sua única companhia e apoio.
O tempo de Conor estava chegando ao fim. Ele precisará contar a quarta história. 
Precisará dizer a sua verdade.
O garoto precisará aceitar a perda, e entender que as pessoas não são suas inimigas.
O monstro veio para ajudá-lo.
Para mostrar que a verdade é a única cura.
Qual será a verdade de Conor?
O que o garoto tenta esconder de si mesmo?
Uma história extraordinária sobre amor, perda e esperança.
Casa de Livro Recomenda!

SIEBEN MINUTEN NACH MITTERNACHT

Quem sou eu? - Repetiu o monstro, ainda rugindo.
- Sou a coluna na qual as montanhas se apoiam! Sou as lágrimas que os rios choram! Sou os pulmões que sopram o vento! Sou o lobo que mata a lebre, o falcão que mata o rato, a aranha que mata a mosca! Sou a lebre, o rato e a mosca comidos! Sou a serpente do mundo devorando a própria cauda! Sou o tudo indomado e indomável! - O monstro aproximou Conor dos próprios olhos. - Sou a terra selvagem vindo atrás de você, Conor O'Malley.

Sem Título-1

Titulo: Sete Minutos Depois da Meia-Noite
Titulo Original: A Monster Calls
Autor: Patrick  Ness
Ano: 2011
Páginas: 157
Editora: Novo Conceito

Boa Leitura
Casa de Livro
Karina Belo



Foi um sonho. O que mais poderia ter sido?
Pela manhã, quando abriu os olhos, a primeira coisa que olhou foi a janela. Ela ainda estava ali, claro, sem nenhum estrago, sem nenhuma abertura para o jardim. Claro que foi um sonho. Só um bebê pensaria que aquilo realmente aconteceu. Só um bebê acreditaria que uma árvore - sério, uma árvore - desceu a colina e atacou a casa.


Há cento e cinquenta anos - começou o monstro - este país se tornou um lugar industrializado. As fábricas se espalharam pela paisagem como ervas daninhas. Árvores foram derrubadas, campos foram nivelados, rios foram poluídos. O céu se engasgou com a fumaça e a fuligem também, passando os dias tossindo e se coçando, os olhos para sempre voltados para o chão. As vilas se transformaram em cidades, as cidades em metrópoles. E as pessoas começaram a viver sobre a terra, e não com a terra. Mas ainda havia o verde, se você soubesse para onde olhar.

Resultado de imagem para sete minutos depois da meia noite filme

Conor sentira o que o monstro estava fazendo a Harry, sentira nas próprias mãos. Quando o monstro agarrou a camiseta de Harry. Conor sentiu o tecido contra as próprias mãos. Quando o monstro o golpeou, Conor sentiu o vigor do golpe no próprio punho. Quando o monstro segurou o braço de Harry às costas, Conor sentiu os músculos de Harry resistindo.
Resistindo, mas não vencendo.
Afinal, como um menino pode vencer um monstro?


E o fogo no peito de Conor de repente crepitou, de repente queimou como se fosse consumi-lo vivo. Era a verdade, ele sabia que era. Um gemido subiu por sua garganta, um gemido que virou grito e depois berro alto e ininteligível e ele abriu a boca e o fogo queimando, queimando para consumir tudo, se espalhando pela escuridão, pelo teixo também, queimando-o juntamente com o restante do mundo, queimando-o enquanto Conor gritava e gritava e gritava, de dor e sofrimento...