24 de jan de 2014

URDUME URDIDUMBRE – (Rubem Leite).



Terceira parte do livro Urdume Urdidumbre, ao qual o Blog Casa de Livro tem a honra de apresentar.
Como vimos nas duas primeiras resenhas, Rubem Leite tem um jeito incrivelmente regional de escrever. Misturando palavras populares com uma escrita sensível, consegue nos encantar do começo ao fim da obra.


As Montanhas

Em tal poema o autor consegue nos mostrar o amor puro e a natureza. Distintos mas ao mesmo tempo iguais, uma forma de mostrar que sentimentos sempre estão ligados.



Desgaste Pernicioso I

Um poema que nos mostra todo um sofrimento, uma crise de um homem atormentado, não correspondido e totalmente perdido.
                                             


Desgaste Pernicioso II

Continuação do poema Desgaste Pernicioso I, vemos a crise mais acentuada na vida do personagem. Um sofrimento que pode fazer uma vida acabar.




Desgaste Pernicioso III

Uma finalização dos dois poemas anteriores, onde um sofrimento se torna raiva.
Um ódio mortal, onde todo o amor,  e o gostar se torna feroz.



Desgaste Pernicioso IV

Haverá paz em uma amizade desgastada? Seria possível um amor não correspondido permanecer com uma amizade natural?



Desgaste Pernicioso V

Somos transportados para um momento de reflexão. Uma forma de entender que as pessoas não podem nos ajudar se acima de tudo nós não estivermos bem, felizes, e tentando se curar.



Haja o Que Hajar


Mostrando-nos de uma forma sutil, um romance que pode ser feliz ou pode ser um desastre. Mas que haverá lutas e tentativas haja o que hajar.



Rede do Tempo

O tempo leva nossos sentimentos, nossas lembranças. Isso é inevitável, mas tudo passa com o tempo.



Eu Não Sou Cachorro, Não!

Uma ilusão, acreditando que tudo esta bem. Que a pessoa amada também lhe ama, também lhe quer. Mas na realidade só deseja usá-lo, sem compromisso, sem reciprocidade.



Tenho Que Me Encontrar

Pra que querer alguém que não lhe ama? Uma forma de tentar entender seus sentimentos, suas lembranças. Uma forma de encontrar o amor dentro de si para então se encontrar.




Autor: Rubem Leite
Titulo: Urdume Urdidumbre
Páginas: 103
Ano: 2013
Editora: Círculo das Artes.

Boa Leitura.

Casa de Livro.



Karina Belo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: