8 de jan de 2014

URDUME URDIDUMBRE – (Ruben Leite)



Como vimos na primeira parte resenha, Urdume Urdidumbre, é um livro totalmente inspiratório. Com poemas que nos transportam para lugares simples e regionais.
De uma forma engraçada e encantadora o autor consegue nos apresentar diversas culturas brasileiras.
A segunda parte, “Amei quem não amo mais”, a qual iremos comentar agora é incrivelmente bem trabalhada. E espero que os conquiste assim como me conquistou.

Lua.

Lua nos expressa um amor puro. Sob o olhar atento do Luar que aparece todas as noites para iluminarmos, ele contempla sua amada de uma forma apaixonante.



Festa.

Tudo é Festa quando estamos ao lado de quem gostamos. Amigos, sorrisos, alegria. Tudo se torna único, especial e memorável.




Quem Sou.

Quem sou, nos mostra um amor não correspondido. Um homem idolatrando uma mulher que parece não se importar com ele, mas que não desiste. Continua lutando pelo seu amor.



 Recaída.

Recaída nos transporta para uma vida triste. Onde amar é sofrer, um sentimento que o coração não queria sentir, mas que esta em sua alma e faz ser corpo ter recaídas sem fim.





Balconista I

Rubem Leite nos remonta um jogo de palavras surpreendes. O que uma letra é capaz de fazer com uma frase, um poema. Impressionante a forma como ele trabalha os elementos. Balconista I nos mostra todo o talento do autor.




Balconista II

Sentimentos de posse, e de tristeza são expressos em Balconista II. Uma forma de dizer um basta, de dizer que precisa de mais do seu amor.




Renascer.

Um amor renascendo de lembranças passadas. De uma cicatriz que não se curou. Renascer nos mostra o floreio de um grande amor.



Bêbado.



Rubem Leite nos coloca em um poema melancólico. Uma pessoa doente, por conta da bebida, que observa sua vida se desfazendo aos poucos, sendo consumida juntamente com sua vida física.





Ai Que Dor.

Ai que dor, sofrer por um amor não correspondido, ou por alguém que lhe deixou.
         


Paixão

Em paixão é expresso à importância daquele amor para seu coração. Ninguém mais importa nada tem valor, se a pessoa amada não estiver ao seu lado.




Autor: Rubem Leite
Titulo: Urdume Urdidumbre
Páginas: 103
Ano: 2013
Editora: Círculo das Artes.

Boa Leitura

Casa de Livro



Karina Belo

Um comentário:

  1. Parabéns Rubem Leite, seu trabalho muito criativo, sensato, sensível, reconheço.

    ResponderExcluir

Comente: