21 de ago de 2014

FORTALEZA DIGITAL - Dan Brown



Todos os leitores que tiveram a honra de conhecer o trabalho de Dan Brown, sabe que ele não poupa esforços para nos envolver em suas tramas.
Fortaleza Digital é uma das consagradas histórias, que o autor, hoje considerado um dos melhores do mundo, nos proporcionou para uma leitura inesquecível.
Totalmente tecnológico e viciante, o livro nos mostra uma infinidade de acontecimentos cibernéticos que podem levar uma organização bilionária a falência.
Susan Fletcher é uma mulher sedutora, inteligente e incrivelmente habilidosa.
Chefe do setor de criptografia da agencia NSA.
Susan sempre foi muito correta em sua função, sempre soube que estava lidando com informações perigosíssimas, que envolviam todo o mundo.
Informações que o governo utiliza para barrar atentados, para salvar vidas, e para espionar pessoas suspeitas.
Porém ela não poderia imaginar que ali em sua agência, existe uma pessoa que poderá levá-la a ruína, emocionalmente falando, mas acima de tudo, prejudicar todo o universo.
Em uma manhã de sábado, Susan estava preparando para ir viajar com seu noivo.
David Becker, um professor universitário, especialista em línguas.
Mas o rumo dos acontecimentos estava prestes a ser modificados. Becker recebeu uma ligação importante. Strathmore, o chefe e todo poderoso da NSA precisava de sua ajuda.
David não conseguiu entender muito bem o que estava acontecendo. Mas se o chefe de Susan precisava, ele estaria disposto a ajudá-lo.
O professor foi mandado para Espanha, para perseguir um anel misterioso. E Susan Fletcher foi chamada até a NSA.
E todo o terror de sua vida, deu início.
Ensei Tankado, um dos homens mais brilhantes na arte tecnológica criou um código inquebrável que pode vir a destruir a maior organização de criptografia do mundo.
Umas séries de exigências foram feitas.
Uma série de ameaças.
Susan precisava ajudar a quebrar os códigos, tentar encontrar uma senha que pudesse salvar todos os dados que eles tinham armazenados.
Mas não poderia imaginar o que estava em jogo.
Enquanto Susan era enganada por Strathmore, e sofria as consequências de suas escolhas errôneas.
David era perseguido na Espanha.
Um anel que ele conseguiu capturar, mas que estava custando a sua vida.
Um jogo psicológico mortal.
Descobertas que podem levar a morte.
Informações confidencias como domínio público.
O que Ensei Tankado estava realmente planejando?
Qual o significado do anel?
Porque David Becker está correndo risco de vida?
Qual a intenção de Strathmore, sobre Susan?
Personagens impressionantes, que nos despertam sentimentos distintos.
Uma história que nos leva ao delírio.
Presa numa teia de segredos e mentiras, sem saber em quem confiar, Susan precisa encontrar a chave do engenhoso código que Ensei Tankado criou, e evitar o maior desastre da história da inteligência americana.
Mas acima de tudo, ela precisa salvar a sua vida e a do homem que ama.
Casa de Livro Recomenda.

Quem irá guardar os guardiões?



Titulo: Fortaleza Digital
Titulo Original: Digital Fortress
Autor: Dan Brown
Ano: 1998
Páginas: 297
Editora: Arqueiro

Boa Leitura
Casa de Livro

Karina Belo



Dizem que, quando chega a hora da morte, tudo se torna claro. Ensei Tankado sabia agora que isso era verdade. Quando caiu no chão com fortes dores, apertando o peito com a mão, percebeu a dimensão terrível do seu erro.

 

- Midge, escuta. - Jabba respirou fundo e tomou outro longo gole. - Se o brinquedinho de Strathmore estivesse com um vírus, ele teria me ligado. O comandante é um crânio, mas não entende nada desse negócio de vírus. O TRANSLTR é tudo para ele. Ao primeiro sinal de problema, ele teria apertado o botão vermelho e, nessa área, isso significa "eu". - Jabba puxou com a boca um pedaço de mozarela. - Além disso, não há a menor chance de que tenha entrado um vírus no TRANSLTR. O Gaundet é a melhor barreira de filtragem que eu já escrevi. Nada passa por ele.


David Becker sentia o rosto pegando fogo, como se tivesse sido encharcado com terebintina e incendiado. Rolou pelo chão, tentando enxergar alguma coisa. Com o pouco da visão central que lhe sobrara, viu a garota a meio caminho da porta de saída. Ela estava correndo, assustada, arrastando a bolsa. Becker tentou levantar-se, mas não conseguia. Estava praticamente cego, os olhos ardiam como se estivessem em brasas. Ela não pode fugir! Tentou gritar, mas não tinha ar em seus pulmões, sentia apenas uma dor terrível.



Sou um sobrevivente, ele pensou, mas a sobrevivência de nada vale sem a honra. Prefiro morrer do que viver em desgraça. Certamente a desgraça era aquilo que esperava por ele. Havia ocultado informações do diretor e deixado um vírus entrar no computador mais seguro do país. Não restavam dúvidas de que iriam tirar o seu couro. Suas intenções tinham sido patrióticas, é certo, mas nada saíra conforme planejara. Ocorreram mortes e traições que acabariam em julgamentos, acusações, indignação pública. Tendo servido seu país com honra  integridade durante tantos anos, não podia permitir que as coisas terminassem dessa forma.

 



Ela queria correr, mas o peso da morte de David a mantinha estática. Pensou ter ouvido sua voz chamando-a, dizendo que fugisse, mas não havia lugar algum para onde correr. A Criptografia era.um túmulo fechado. Não importava: não tinha medo. A morte iria acabar com a dor. Ela estaria novamente com David. O chão da Criptografia começou a tremer como se, lá embaixo, um monstro furioso estivesse saindo das profundezas. A voz de David parecia dizer: Corra, Susan! Corra!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: