26 de jul de 2012

Hannah Howell - A SENSITIVA

                                                
Como já dito anteriormente aqui no Blog Casa de Livro enquanto comentávamos sobre o livro A Vidente, a família Wherlocke e seus parentes, os Vaughn, eram conhecidos como membros de uma família excêntrica e reclusa, porém muito tradicional. Conquistaram muitos títulos importantes por meio de casamentos bem arranjados e serviços prestados à coroa. Cada membro desse misterioso clã possui uma habilidade, eles podem prever o futuro, ler mentes, pressentir perigos... Por toda a Londres ouvia-se boatos sobre essas tais habilidades incomuns dos Wherlocke, e esses dons, já haviam lhes causado vários problemas no passado. Em A vidente, por exemplo, os perigos e atentados contra a vida de Chloe Wherlocke eram palpáveis, a nossa vidente colocou sem nenhum medo a sua própria vida em risco para ajudar e salvar as pessoas que a mesma mais amava.
Mas hoje iremos comentar um pouquinho sobre o segundo livro dessa incrível saga, A Sensitiva, onde iremos conhecer um pouco sobre Lady Penélope Wherlocke.
Penélope morava com sua mãe e o padrasto, em uma mansão em Londres de 1788, família invejada e muito bem conhecida em seus meios sociais. O padrasto de Penélope tinha mais dois filhos, Lady Clarissa Hutton-Moore e Charles Hutton-Moore. Quando seus pais morreram, a nossa sensitiva nem teve tempo de sofrer com a morte da mãe e logo se viu obrigada a morar no sótão da mansão de sua família. Agora a casa está sob o controle de seus meio irmãos, cujo único objetivo de vida é encontrar um caminho para ascender socialmente e conseguir os tão sonhados títulos de nobreza.
Mas Penélope é uma ameaça para os irmãos, principalmente para Clarissa, ela não pode aparecer em suas reuniões formais, sendo muito mais bonita que Clarissa, todos os pretendentes estariam mais interessados nela do que na própria Clarissa, e isso prejudicaria muito seus planos.
Então... Penélope é raptada.
Lord Ashton Radmoor, é um dos jovens mais ricos de toda a Londres, mas ele possui um grande segredo que o prende nas mãos dos irmãos Hutton-Moore e assim, ele é prometido como noivo de Clarissa, e se mantém fiel ao compromisso de desposá-la, uma vez que seus segredos envolvem a família da moça. O casamento acaba sendo uma salvação para o Lord e sua família.
Os amigos de Ashton fazem uma surpresa para ele, em um bordel eles pedem a moça mais linda e virgem, para que seu amigo possa ter uma despedida de solteiro digna de seu titulo de nobreza, e o Lord entra no quarto depara-se com Penélope, a misteriosa sensitiva. Sem suspeitar que se trata da meia-irmã de sua noiva, suas prioridades começam a mudar, pois ele se vê perdidamente apaixonado por essa moça, e isso o fará desafiar os interesses de ambas as famílias. E quanto mais intenso o amor fica, mais perigos se aproximam.
Mas para que eles possam ficar juntos, precisam se livrar dos irmãos Hutton-Moore, e das ameaças que os mesmo fazem para com o Lord.
Diferentemente de Chloe, em A Vidente, Penélope tem o dom de se comunicar com os espíritos, e consegue descobrir assim muitas coisas que podem provar a verdadeira identidade de seus meios-irmãos.
Penélope tem visões de todos os acontecimentos, de mortes que Charles provocou coisas que Ashton não consegue entender. No entanto, à medida que os perigos aumentam, ele precisa confiar em seus dons.
Agora juntos, Penélope e Ashton irão lutar para desmascarar os irmãos Hutton-Moore, para que assim possam mostrar ao mundo que se amam.
Mais uma vez Hannah Howell nos mostra o porquê seu nome esta entre as melhores autoras do mundo. Em A Sensitiva ela nos remonta um quebra-cabeça psicológico, onde é quase impossível conseguir sobreviver.
Com uma narrativa gostosa e uma trama leve, elementos sobrenaturais, atraentes e um romance doce, A Sensitiva proporciona ao leitor uma leitura prazerosa cheia de suspense, mistério e descontração.

Finalmente ela conseguiu erguer os olhos até o rosto na vã esperança de aplacar o forte calor que aquecia seu sangue. A visão do corpo nu tinha atiçado uma febre estranha dentro do seu corpo, e ela precisava se livrar daquela sensação.

Sei que o que fiz é errado, mas nunca menti para Penélope sobre os meus planos e como eu não poderia mudá-los não importava o quanto quisesse. Tenho dois irmãos, três irmãs, duas tias e uma mãe para sustentar. Pesa sobre mim o fato de que não sou nada além deu um caça-dotes, mas as necessidades me obrigam, e isso é tudo. E, para completar, Charles tem a posse das promissórias do meu pai. Ele pode facilmente arruinar minha família com essas notas.

A visão de Olimpia fez com que Ashton se lembrasse do número exato de horas que já tinham se passado desde que se separara de Penélope. Ele estava embriagado de amor, pensou, sorrindo por dentro enquanto tomava um gole do seu chá.

Titulo: A Sensitiva
Titulo Original: If He’s Sinful
Autora: Hannah Howell
Ano: 2011
Páginas: 206
Editora: Lua de Papel

Boa Leitura

Casa de Livro Blog

Karina Belo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: