23 de ago de 2012

Kim Harrison - MADISON AVERY E A MORTE - FORMATURAS INFERNAIS

                                         

MADISON AVERY E A MORTE

Pessoal, mais um conto do livro Formaturas Infernais, onde as cinco autores mais badaladas do momento se reuniram para nos provar que a formatura pode ser um evento muito mais aterrorizante do que imaginamos. De problemas com vampiros até uma batalha entre anjos e demônios, estas cinco histórias irá divertir a todos.     
Já comentamos aqui no blog Casa de Livro, sobre alguns contos que fazem parte desse livro, e hoje iremos falar um pouco sobre uma obra de Kim Harrison, Madison Avery e a Morte. Este conto é tão especial e tão perfeitamente escrito, que Kim escreveu um livro sobre, e a história começa justamente onde o conto termina, e finaliza nos deixando sem fôlego. Logo comentaremos aqui sobre a história toda. Mas hoje iremos falar apenas sobre o conto que compõe Formaturas Infernais.
Como o próprio titulo já nos informa, tudo começa na formatura, mais uma sinistra formatura, onde também estaria sendo comemorado o aniversário de Madison. Garota nada popular, completando seus 17 anos esta achando tudo um porre, ela não queria estar li, com aquela galera chata do colégio, ainda mais acompanhada de Josh. Ele é chato, idiota e magrelo, definitivamente, Madison o odeia.
Mas tudo muda completamente com a chegada de um elemento, vestido de pirata uma roupa de seda e com uma máscara que cobre toda a parte de cima de seu rosto, revelando apenas seus incríveis olhos azuis. Olhos que irão hipnotizar Madison.
Seth, o garoto sensual dos olhos azuis, chama Madison para dançar. Eles começam a conversar e a dançar, e cada vez mais aqueles olhos estão seduzindo a garota, até que rola aquele beijo, caloroso, envolvente...
Cada vez mais, Seth esta levando Madison para longe dos amigos, até que a chama para ir até o estacionamento. Se mostrando carinhoso, educado e até respeitador, Madison acaba aceitando uma carona do mesmo. Mas Josh, o acompanhante esquisito, que na verdade esta apaixonado por Madison, não irá perdê-la de vista.
Josh os segue por todo o caminho, ele sente algo errado. Ele sabe que Seth não é uma boa pessoa.
Quando Josh tenta barrar o caminho do carro de Seth para obriga-lo a parar, ele presencia o acidente... Madison, ele fica desesperado, sem saber o que fazer.
Seth causou propositalmente o acidente, ele deseja a morte de Madison. Mas por quê?
Porém nada sai como planejado, Madison resiste aos ferimentos, ela sai viva do acidente, mas Seth não irá permitir que a mesma viva.
E utiliza uma arma para matar a garota, mais especificamente uma foice, que por incrível que pareça, não deixa marcas de corte, mas que mata Madison instantaneamente.

Madison Avery acorda em um necrotério com, Barnabas e Lucy ao seu lado, dois anjos da morte. Que irá explicar tudo a ela.
Seth é um agente da morte, ele foi enviado pelas trevas para se livrar de Madison, sua morte teria que ocorrer o mais rápido possível. A principio a garota não acredita, luta contra as palavras dos anjos, até que percebe que é inútil, seu corpo esta ali, ao lado, inerte e sem vida.
Agora ela precisa descobrir a verdade, o motivo de sua morte.

Como ela vai lidar com a morte?
O que irá aprontar com sua alma vagando pelo mundo?
E que desafios terão que enfrentar?
Madison irá se vingar?



Titulo: Madison Avery e a Morte
Titulo Original: Prom Nights From Hell
Autora: Kim Harrison
Ano: 2007
Páginas: 103 - 171
Editora: Record

Boa Leitura

Casa de Livro Blog

Karina Belo


Seth se aproximou. Ele era uma figura suave movendo-se com elegância e refinamento, se comparado com Josh e sua trivialidade.
Senti certo ar de vitória quando o braço dele tomou o meu. Pudera. Era óbvio que ele tinha vindo à formatura sozinho, só que quem ia voltar para casa sem companhia era Josh.


A ausência terrível de tudo me dominou, contaminando todos os meus pensamentos. Suave e confuso, um lençol feito de vácuo começou a tomar as pontas do meu mundo, cobrindo tudo até o centro, tocando primeiro a lua, depois à noite, depois o meu corpo, e finalmente o carro. Os gritos de Josh foram engolidos por um silêncio absoluto, e somente os olhos prateador de Seth permaneceram ali.
Esperei por uma reação mais não houve nenhuma. Finalmente, não aguentei o silêncio e levantei o rosto a fim de olhar dentro dos olhos de Barnabas. Ele estava olhando para mim como se estivesse tentando decifrar a mensagem. Claramente, sem ter encontrado uma resposta, ele disse, com calma:
- Acho que você deveria manter isso em segredo por enquanto. Ele provavelmente não quis dizer nada com isso. Gaste seu tempo tentando se adaptar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: