12/11/2012

E L James - CINQUENTA TONS DE CINZA

Olá pessoal, iremos comentar sobre uma obra que vem fazendo grande sucesso no mundo literário. Cinquenta Tons de Cinza é o primeiro volume de uma trilogia fantástica escrita pela autora EL James. Alias primeira obra dela que já esta dando o que falar, e que também promete ganhar uma versão cinematográfica logo mais. Será que o filme será perfeito como o livro?
Qual seria sua reação se descobrisse que esta apaixonada por um sadomasoquista?
Nesse momento eu lhes apresento Christian Grey e Anastasia Steele.
Christian Grey é um jovem atraente, multimilionário e profundamente dominador.
Anastasia Steele é uma garota simples, que mora com uma amiga e nada sabe sobre relacionamentos.
Suas vidas se cruzam graças a Kate, amiga de Ana, que precisava fazer uma entrevista para o jornal da faculdade com o Sr. Grey. Ele estará presente na formatura e vem ajudando os alunos e a universidade em alguns projetos sociais.
Mas logo no dia da tal entrevista Kate fica doente, e quem vai ao lugar dela? Isso mesmo, Anastasia Steele.
Ana é simples, não tem a mínima ideia nem do que vestir para tal ocasião. Mas ela só quer entrevistar logo esse cara para sua amiga, e ficar livre.
Mas Livre... liberdade, isso é algo que Ana não terá em sua vida tão cedo.
Christian Grey é um sádico, uma pessoa que usa o poder para espantar os seus demônios do passado. Mas quando ele encontra com Ana pela primeira vez,  sabe que precisa dela, ela precisa aceitar ser sua submissa, ele precisa torturá-la. Nada será mais prazeroso do que ver ela machucada e com dor.
Anastasia se apaixona por Christian logo de cara, mas ela nem imagina o que a espera e acaba se encontrando com ele algumas outras vezes.
Christian no começo tenta se afastar, ele não é homem para ela. Ana é tão inocente e pura, e ele é um doente, um monstro. Mas a energia entre os dois é quase palpável.
O que esta acontecendo, ele deseja machucá-la, mas ao mesmo tempo quer protege-la.
Depois de muito lutar os dois acabam se entregando, a princípio Ana nem imagina como Christian se comporta, e chegando à casa do Sr. Grey ela descobre as coisas mais macabras e nojentas que poderiam existir.
Christian tem um quarto especial para suas fantasias, ou para satisfazer suas necessidades sexuais. O Quarto Vermelho, ou como Ana o chama...O Quarto Vermelho da Dor, local onde o rapaz guarda chicotes, braçadeiras, algemas, varas e muitos outros artefatos que causam prazer e muita dor.

Ana fica em choque, ele não deseja nada com ela, ele não quer namorar com ela e simplesmente quer fazer amor, ou melhor ele simplesmente quer as suas “trepadas sacanas”.
Christian  explica o acordo deles, nada de envolvimento emocional, ele quer apenas sexo, Ana será sua submissa e ele o dominador. Ela fará exatamente o que ele mandar, quando ele quiser . Usará as roupas que ele mandar, e se alimentará de acordo com suas regras. Anastasia também terá que assinar um termo de confidencialidade, e um contrato de experiência de alguns meses como submissa. Ela terá um quarto pra ela na casa e de sexta a domingo será propriedade dele.
Christian irá bater, espancar, e torturar Ana de todas as maneiras que quiser, quantas vezes achar necessário e ela nunca poderá tocá-lo e nem olhar em seus olhos. Qualquer transgressão ocorrida por parte da submissa o dominador poderá puni-lá como achar necessário e como lhe agradar melhor.
Ana fica louca quando lê o contrato, como pode uma pessoa ser assim? Como um homem tão lindo pode ser tão horrendo?
Mas Ana se surpreende ao perceber que o deseja, mesmo assim, ela quer experimentar tudo o que ele tem a oferecer. Anastasia Steele está desesperadamente atraída por ele.
Mas o que ele esconde?
Quais são seus segredos?
Ela conseguirá ajudá-lo?
Christian percebe que não consegue  mais viver sem Ana, será que ele esta se apaixonando?
Por uma submissa?
Não, ele não tem o direito de amar, ele não ama ninguém.
Mas ele faz algo terrível, algo que pode fazer com que Ana saia para sempre de sua vida.
Medo.
Ódio.
Amor.
O que Christian Grey esta sentindo na verdade?
Um romance peculiar,  onde somos transportador para um sensual caso de amor, onde Ana não só descobrirá mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos.



PARTE DO CONTRATO

PALAVRAS DE SEGURANÇA
O Dominador e a Submissa reconhecem que o Dominador pode fazer exigências à Submissa que não podem ser satisfeitas sem que ocorram danos físicos, mentais, emocionais, espirituais ou outros na hora em que as exigências forem feitas à Submissa. Em tais circunstâncias, a Submissa pode usar uma palavra de segurança (“a[s] Palavra[s]“). Duas palavras serão invocadas, dependendo da gravidade das exigências.
A Palavra “Amarelo” será usada para chamar atenção do Dominador para o fato de que a Submissa chegou perto de seu limite suportável.
A Palavra”Vermelho” será usada para chamar atenção do Dominador para o fato de que a Submissa não pode tolerar mais qualquer exigência. Quando esta for dita, a ação do Dominador cessará completamente, com efeito imediato.

Um dos primeiros ponto do apêndice se refere às regras de disciplina.

Obediência:
A Submissa obedecerá a quaisquer instruções dadas pelo Dominador imediatamente, sem hesitação ou reserva, e com presteza. A Submissa concordará com qualquer atividade sexual que o Dominador julgar adequada e prazerosa, salvo aquelas atividades que estão resumidas em limites rígidos (Apêndice 2). Ela fará isso avidamente e sem hesitação.

A garantia da exclusividade dele sobre seu corpo e as atitudes dela longe de seu dono é descrita sob o título curioso de “Qualidades Pessoais”.

Qualidades Pessoais:
A Submissa não se envolverá em quaisquer relações sexuais com qualquer outra pessoa senão o Dominador. A Submissa se apresentará sempre de forma respeitosa e recatada. Ela deve reconhecer que seu comportamento se reflete diretamente no Dominador. Será responsabilizada por qualquer transgressão, delito ou má conduta incorridos quando não estiver na presença do Dominador.

Há, também, restrições do que se pode fazer durante o sexo, descritas em um outro apêndice do contrato

LIMITES RÍGIDOS
Nenhum ato envolverá brincadeiras com fogo.
Nenhum ato envolverá urinar, defecar ou produtos destas ações.
Nenhum ato envolverá agulhas, facas, perfuração ou sangue.
Nenhum ato envolverá instrumentos médicos ginecológicos.
Nenhum ato envolverá crianças ou animais.
Nenhum ato poderá deixar quaisquer marcas permanentes na pele.
Nenhum ato envolverá controle respiratório.
Não haverá nenhuma atividade que requeira contato direto com corrente elétrica (seja alternada ou direta), fogo ou chamas.

O apêndice mais interessante, no entanto, é aquele que trata dos limites brandos.

A Submissa concorda com:

Masturbação
Cunilíngua
Felação
Deglutição de Sêmen
Sexo vaginal
Introdução de mão na vagina
Sexo anal
Introdução de mão no ânus
A Submissa aceita uso de:

Vibradores
Plugues anais
Consolos
Outros brinquedos vaginais
A Submissa aceita:

Boundage com corda
Boundage com braceletes de couro
Boundage com algemas, grilhões
Boundage com fita adesiva
Boundage com outros materiais
A Submissa aceita ser contida:

Com as mãos amarradas à frente
Com os tornozelos amarrados
Com os cotovelos amarrados
Com os pulsos amarrados
Com a mão atrás das costas
Com os joelhos amarrados
Com os pulsos amarrados aos cotovelos
Atada a peças fixas, mobília, etc.
Atada a uma barra espaçadora
Por suspensão
A Sumbissa aceita ser vendada?

A Submissa aceita ser amordaçada?

Até que ponto a Submissa está disposta a sentir dor?
Sendo 1 no caso de gostar intensamente e 5 no caso de detestar intensamente: 1 – 2 – 3 – 4 – 5

A Submissa consente em aceitar as seguintes formas de dor/punição/disciplina:

Surras
Chicotadas
Mordidas
Grampos genitais
Cera quente
Palmadas
Surras de vara
Grampos de mamilos
Gelo
Outros tipos/método de dor


Até que ponto Anastasia Steele está disposta a sentir dor?
 


Titulo: Cinquenta Tons de Cinza
Titulo Original: Fifty Shades of Grey
Autora: E L James
Ano:2011
Páginas: 455
Editora: Intrínseca

Boa Leitura

Casa de Livro Blog

Karina Belo




Christian Grey é jovem, muito jovem. E atraente muito atraente. É alto, está vestindo um belo terno cinza, camisa branca e gravata preta, tem o cabelo revolto acobreado e olhos cinzentos vivos que me olham com astúcia. Custo um pouco para conseguir falar.
...Agarro a coluna com mais força, me movendo de encontro a ele enquanto continua aquela acometida impiedosa, de novo e de novo, os dedos deixando sua marca em meus quadris. Meus braços doem, minhas pernas estão bambas, meu couro cabeludo começa a arder de tanto que ele puxa meu cabelo...e sinto algo crescendo dentro de mim. Ah não, e pela primeira vez tenho medo do meu orgasmo, se eu gozar vou desmaiar. Christian continua movimentando o corpo com brutalidade contra o meu, a respiração áspera, gemendo, grunhindo. Meu corpo esta respondendo. Sinto um espasmo. Mas de repente, Christian para, cravando fundo para valer.
Fecho os olhos imaginando a dor dele, e não consigo compreender isso. Estremeço ao lembrar que talvez eu tenha revelado muito. O que confessei a Christian enquanto dormia? Que segredos revelei?

Conte Anastasia – Ordena ele.
- Um
Ele torna a me bater, e a dor lateja e ecoa ao longo da correada...
- Quatro – Grito e a correia torna a estalar, e agora as lágrimas me escorrem pelo rosto.
Não quero chorar. Fico com raiva de estar chorando. Ele me bate de novo.
- Cinco!
Minha voz é mais um soluço engasgado, estrangulado, e neste momento penso que o odeio. Mais uma não aguento mais. Meu traseiro esta pegando fogo.
-Solte-me, Não...
... Não me toque.
- É disso que você realmente gosta? De mim assim? – uso a manga do roupão para secar o nariz.
- Bem, você é um filho da puta.
- Ana – apela ele, chocado.
- Não se atreva a apelar para mim! Você precisa se resolver.

Um comentário:

Comente: