28 de dez de 2012

Sidney Sheldon - O ESTRANGULADOR


Olá Pessoal!
Vamos comentar hoje sobre mais uma obra, infanto-juvenil, do mestre do crime Sidney Sheldon.
O Estrangulador é um livro pequeno e de leitura fácil, uma obra excelente assim como todas as que o autor escreve. Essa é uma das poucas histórias de Sidney Sheldon que o autor não descreve como personagem principal e heroína uma mulher. Aliás essa é uma curiosidade do mestre, Sidney Sheldon chegou a afirmar que gostava de escrever sobre mulheres que são talentosas e capazes, e que o mais importante, mantém sua feminilidade.
Mas vamos começar a comentar um pouco sobre a obra.
Como já falamos, Sidney Sheldon é notável, o mestre do suspense, responsável por obras famosas e mundialmente conhecidas. E O Estrangulador também não deixa a desejar.
Sidney Sheldon em tal obra nos apresenta a Sekio Takagi.
Sekio é um agente da polícia que está à procura de um maníaco que mata mulheres apenas em dias chuvosos.
O criminoso age da seguinte forma, ele vai a algum supermercado da redondeza e lá escolhe sua vítima. O rapaz é atraente, simpático, gentil e educado. Sempre bem vestido, não da para desconfiar. E é ai que ele se oferece para ajudar as mulheres com as compras, já que além de sozinhas estão sem guarda-chuva, e assim quando estão num beco afastado, ele as golpeia com seu guarda-chuva e depois estrangula a vítima até a morte, e ainda fica com as compras como troféu.
O rapaz é tão doente, psicopata, que quando chega em casa, começa a analisar as compras da vítima, montando assim em sua mente, o que ela jantaria e com quem.
Alguns dias se passam, agora ele esta prestes a cometer mais um crime, sua vítima, uma artista plástica desprevenida que ao perceber a chuva, aceita a carona de um homem simpático e prestativo. Mas Akiko não faz ideia de que esta diante do psicopata mais procurado de Londres.
Quando o estrangulador estava prestes a cometer seu crime, um taxista passa pelo beco e assusta o matador que foge deixando a vítima inconsciente.
Agora ele fica se perguntando se ela realmente morreu.
Porém Akiko sobrevive e está disposta a fazer um retrato daquele que podia ter sido seu assassino, ela se une ao policial Sekio, mas os planos dos dois acabam não dando muito certo quando o criminoso descobre onde mora Akiko e decide voltar para terminar o trabalho.
Ele conseguirá dessa vez acabar com a vida dela?
Em meio ao medo causado, nos deparamos com um romance entre o policial e a vítima.
E também ficamos nos perguntando por que o estrangulador tem essa sede de matar apenas mulheres, porque apenas em dias chuvosos?
E aí Sidney Sheldon nos surpreende mais uma vez com detalhes de um homem que teve uma infância cruel e cresceu traumatizado pelos adultérios que sua mãe cometia.
Será que ele era um garoto doente, ou sempre esteve ciente de seus crimes?



Titulo: O Estrangulador
Titulo Original: The Strangler
Autor: Sidney Sheldon
Ano: 1991
Páginas: 178
Editora: Record

Boa Leitura

Casa de Livro Blog

Karina Belo 
Nosso problema é que, neste caso, não há nenhum padrão. Algumas mulheres que ele matou eram velhas, outras jovens, havia casadas, solteiras. Uma era professora de piano, outra dona de casa, uma terceira era modelo. Percebe agora o que estou querendo dizer? Não há nenhum padrão. Ele simplesmente ataca ao acaso.
Planejara tudo com o maior cuidado. Depois de cada assassinato, sempre levava as compras da vítima, para que a polícia não descobrisse de onde as mulheres haviam saído. Não podia haver a menor dúvida a respeito... Era muito mais esperto que a polícia.
Olhou ao redor. Teria de procurar outro supermercado. Agora que a polícia descobrira o Mayfair, não ousava voltar lá. Haveria muitos policiais vigilantes, à sua espera. E tudo porque aquela desgraçada escapou!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: