18 de mar de 2013

Nicholas Sparks - À PRIMEIRA VISTA



Olá Pessoal!
Mais uma vez iremos comentar sobre uma das milhares de obras do autor Nicholas Sparks.
À Primeira Vista é um romance que continua a história do livro O Milagre, o qual já comentamos aqui no blog Casa de Livro.
O milagre, comparado as outras obras de Sparks, não é uma história incrível. É linda, mas não nos encanta do começo ao fim.
Mas quem não ficou curioso para saber o que acontece na vida de Lexie e Jeremy?
E então somos presenteados com o lançamento do livro À Primeira Vista.
Esse livro não nos conta uma história fácil, não é uma obra que qualquer pessoa conseguirá ler. O começo tem um ritmo lento e demora ganhar uma velocidade que prenda o leitor, e as vezes pode ser um pouco cansativo.
Mas quando Nicholas Sparks entra no ritmo. É impossível não se emocionar com a história, não vibrar com os acontecimentos, não chorar de emoção.
A história me emocionou muito, e eu tenho certeza que irá emocionar vocês também.
Como já mencionamos aqui no blog Casa de Livro, Jeremy Marsh é um escritor, um cara cético, que só acredita na ciência. E passa a sua vida desmascarando charlatões que acreditam possuir dons paranormais.
Mas quando ele é convidado a investigar umas luzes misteriosas na cidade de Boone Creek, sua vida muda completamente.
Não, ele não conseguiu desvendar os mistérios das luzes, nem ter uma explicação científica, mas não importa. Nada mais importa. Porque ele a conheceu. Ele sentiu o que é o amor. Ele encontrou Lexie.
Lexie é uma mulher simples, com o coração machucado por relacionamentos anteriores, mas uma voz interior lhe dizia que com Jeremy, tudo seria diferente.
O casamento de Jeremy terminou, porque ele não conseguiria ser pai. O médico deixou claro que era impossível ele engravidar uma mulher. E então Maria o deixou.
Sua ex-esposa o deixou desolado, ele também queria ser pai, ele precisava do apoio dela. Mas o amor não significou nada para Maria.
Jeremy não queria mais ninguém, ele não se interessava por nenhuma mulher, até conhecer Lexie.
Lexie e Jeremy começam a se relacionar, e um verdadeiro milagre acontece. Lexie engravida.
À Primeira Vista nos conta a história desse casal a partir desse ponto, a partir dessa milagrosa descoberta.
Jeremy não consegue acredita em tamanha felicidade. Um cara que nunca teve fé em nada se depara com um milagre sem explicação, um milagre em sua vida!
Começam então a planejar o casamento. Jeremy se muda de Nova York para morar em Boone Creek, uma cidade pacata, onde a única diversão é analisar a vida dos vizinhos. Agora ele luta para reencontrar o equilíbrio pessoal e profissional ao lado da mulher que o fez mudar todos os seus planos.
Tantas coisas mudaram. Jeremy irá se casar. Ele ama Lexie, disso não tem duvidas, mas... Ele mal a conhece.
Ele esta desesperado, ganha a vida escrevendo, mas sua criatividade esta congelada. Jeremy não consegue mais escrever.
Como irá sustentar Lexie e a filha?
Como cuidará de sua família?
No meio desse turbilhão de mudanças, Jeremy recebe e-mails misteriosos, que dá início a uma série de acontecimentos que irão testar a força dessa paixão.
O e-mail o deixa confuso, pensativo.
Como pode ter certeza que é o pai da criança?
Ele nunca acreditou em milagres.
Como poderia acreditar agora?
Como poderia aceitar tudo isso, sem duvidar?
Jeremy passa a seguir Lexie, a ver coisas que não existem.
Mas só depois de muito sofrer e descobrir toda a verdade, que ele se abriu com sua noiva.
Chega de brigas.
Eles se amam.
Quem estaria mandando os emails?
Agora eles estão casados, tudo começando a se ajeitar.
Eles conseguiram terminar a reforma da casa nova, escolheram o nome do bebê, que será Claire, assim como a mãe de Lexie , já falecida.
Jeremy não poderia imaginar que o pior ainda estava por vir.
No ventre de Lexie a criança corria perigo. Ela poderia nascer com uma doença chamada síndrome da brida amniótica.
O mundo desse casal desmoronou.
E se a filha nascer deformada?
E se ela morrer?
Jeremy nunca imaginou que a filha nasceria perfeita, e que quem viria a sofrer as consequências seria Lexie.
Um milagre?
Ou uma vida por outra?
Como Jeremy será capaz de amar, de cuidar da filha, sabendo que ela lhe tirou Lexie?
A culpa era toda da criança?
Jeremy será capaz de assumir suas responsabilidades de pai?
Ele irá rejeitar Claire, mesmo sabendo que ela é parte de Lexie?
Ou o amor será À Primeira Vista?
Uma história emocionante que captura toda a incerteza, a tensão e a angustia da vida desse jovem casal, mas também retrata o romantismo, o companheirismo, a descoberta e o amadurecimento que só o verdadeiro amor pode proporcionar.
Apenas algo a dizer. Parabéns mais uma vez Nicholas Sparks.
Será que de fato é possível amar alguém À Primeira Vista?






Titulo: À Primeira Vista
Titulo Original: At First Sight
Autor: Nicholas Sparks

Ano: 2006
Páginas: 256
Editora: Arqueiro.

Boa Leitura

Casa de Livro Blog

Karina Belo






Jeremy estava com um bloqueio, ele começou a perceber. Não é que estivesse ocupado, ou que sua vida tivesse mudado como ele mesmo sugerira a Alvin e Doris. Afinal, ele conseguiu escrever depois do divorcio com Maria. Na verdade ele precisou trabalhar, de modo que não ficasse pensando no fim do casamento. Escrever fora uma válvula de escape naquele momento, mas e agora? E se ele nunca mais se recuperasse desse problema?


 

- Eu estou quase falido e você nem percebe!

Podíamos ter esperado mais um pouco para fazer uma parte da reforma! E não precisávamos de um berço de quinhentos dólares! Não precisávamos de um armário cheio de roupas!

A criança ainda nem nasceu! – ele jogou as mãos para cima. – Portanto, você pode ver o motivo de eu estar estressado por não conseguir escrever. É assim que eu pago as coisas que você quer e não consigo fazer isso aqui. Neste lugar não acontece nada, aqui não tem energia, não tem NADA!




 - A causa não foi nada que vocês tenham feito. Lembrem-se de que até agora, não parece que a briga tenha aderido. Sei que já disse isso, mas é muito importante que entendam. Até agora, não há nada de errado com o bebê de vocês. O crescimento está bom, o coração está forte e o cérebro está se desenvolvendo normalmente. Até agora, tudo bem.


 

Ele nem queria ver a filha, pensando que, ao receber a vida ela tivesse levado outra, em troca. Se não fosse pelo bebê, Lexie ainda estaria ao seu lado. Se não fosse pelo Bebê, os últimos meses que passaram juntos teriam sido livres de angústia. Se não fosse pelo bebê, ele poderia fazer amor com sua mulher. Mas agora, tudo estava acabado. A criança levara tudo embora.

  


 As luzes como sempre, eram uma maravilha celestial, subindo e descendo de forma espetacular. E Jeremy ficou hipnotizado, tanto quanto a filha. Naquela noite, as luzes pareciam durar alguns segundos mais que o normal, e ante todo aquele brilho, ele viu a expressão de assombro no rosto da menina.

- É a mamãe?
Jeremy sorriu, sentindo um nó na garganta. E apertando Claire com toda a força respondeu: - sim! Acho que ela queria se encontrar com você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: