9 de mar de 2013

Sidney Sheldon - CONTE-ME SEUS SONHOS

                               

Olá leitores!
Iremos comentar hoje sobre uma das melhores obras do autor Sidney Sheldon.
Para quem nunca teve a oportunidade de ler alguma obra dele, Sidney Sheldon foi um escritor norte-americano que durante sua vida publicou dezoito obras. Mas não são histórias quaisquer. Todas as obras do grande mestre alcançaram a lista dos mais vendidos pela The New York Times.
Cada livro do autor foi traduzido para cinquenta e um idiomas diferentes, ele é considerado o escritor mais traduzido do Mundo.
Conte-me seus sonhos é o décimo romance de Sidney Sheldon.
O que três mulheres que trabalham na mesma empresa podem ter em comum com assassinatos que possuem a mesma característica, em lugares totalmente diferentes?
Ashley Patterson, vinte anos, nasceu nos Estados Unidos, é educada, responsável e tem um bom coração.
Toni Prescott, vinte e dois anos, nasceu na Inglaterra, adora cantar e tocar piano.
Alette Peters, vinte anos, nasceu na Itália, adora pintar e é muito tímida.
Quem são essas mulheres?
As três garotas tem coisas em comum. São lindas, sensuais e suspeitas de cometer uma série de assassinatos brutais.
A história gira em torno de Ashley Patterson. Uma garota incrível, bondosa, que todos admiram.
Toni e Alette a conhecem alias elas conhecem Ashley, muito bem!
Toni acha Ashley muito certinha, elas trabalham todas juntas, e ela nunca odiou ninguém em toda a sua vida, como odeia a “Dona Certinha”. Alette não tem nada contra, mas tem medo de Toni Prescott, por isso sempre concorda com ela em todos os comentários.
Mas uma série de assassinatos vem ocorrendo. Ashley Patterson, filha de um poderoso médico, nada sabe sobres esses crimes, ela nem conhece, nunca viu as vítimas. Mas o seu DNA é encontrado em todas as cenas.
Como isso é possível?



Então começa uma alucinante investigação.
Ashley Patterson é presa, acusada de assassinatos, após relações sexuais.
Será que a fascinante e certinha Ashley Patterson seduzia suas vítimas para depois matá-las? Todas as provas a condenam!
O julgamento acontece, um dos julgamentos mais inusitados já vistos, com a defesa baseando-se em provas cruéis, porém autênticas.
Ashley realmente é culpada?
Toni Prescott esta se divertindo, ela nunca gostou da queridinha. Já Alette fica chocada, e com pena. Ela não acredita na culpa de Ashley.
Mas as duas estão ali, no julgamento, para ver a derrota de uma das mulheres mais populares da cidade.
O pai da acusada recebe propostas dos melhores advogados, para defendê-la. Mas ele não aceita. A filha é tudo que ele tem de mais precioso no mundo, ele se recusa a colocá-la nas mãos de alguém que só quer aparecer na mídia.
Ele então pede ajuda à David.
David é recém-formado em direito, e deve um grande favor ao Senhor Patterson. O médico salvou a vida de sua mãe, agora é a vez de David salvar a vida de Ashley.
David será capaz de tamanho feito?
O garoto sabe que sua carreira depende deste caso.
Ashley jura a sua inocência, ela jura que nunca viu aquelas vítimas.
Mas todos os dados que David tem em mãos a tornam culpada.
Ele sabe que ela é culpada, mas sente uma necessidade louca de ajudá-la.
Mas como poderá provar sua inocência, se ela é culpada?
David passa a conversar muito com sua cliente. Acaba percebendo nela uma menina simples, frágil.
Como poderia ter matado todos aqueles homens?
  Mas durante essas conversas, David começa a entender, a ligar os fatos.
Ashley é doente!
Um elemento, apenas um elemento que irá desvendar todos os mistérios. Chegou a hora do julgamento definitivo. David irá levar um médico e também um hipnotizador.
Toni Prescott e Alette Peters terão coragem de aparecer?
Os assassinatos serão explicados?
Ashley Patterson é culpada ou provará sua inocência?
De Londres a Roma, de Quebec a São Francisco, a trama de conte-me seus sonhos é incrível do começo ao fim.
Você já sabe quem são essas mulheres?



Titulo: Conte-me seus sonhos
Titulo Original: Tell Me Your Dreams
Autor: Sidney Sheldon
Ano: 1998
Páginas: 294
Editora: Best Bolso

Boa Leitura

Casa de Livro Blog


Karina Belo




 



Ela acordou devagar, sabendo que havia alguma coisa muito errada. Teve a sensação de ter sido dopada. O esforço para simplesmente abrir os olhos foi imenso. Ashley olhou ao redor do quarto e começou a entrar em pânico. Estava deitada numa cama, nua, num quarto barato.



Já recebi telefonemas de meia dúzia dos melhores advogados criminalistas. Todos querem representá-la. – ele se inclinou para frente na cadeira – Mas nenhum esta interessado na minha filha. Trata-se de um caso badalado, e o que eles querem David, é só se autopromover. Eles não ligam a mínima para ela. Eu ligo. Ela é tudo o que eu tenho.




- Vamos admitir que Ashley estava nas cenas dos crimes, mas que os assassinatos na verdade foram cometidos por um alter ego.
Será que eu consigo convencer um júri disso?



- O que há com vocês? Estão assustadas demais? Foi isso o que aconteceu no tribunal, não foi ? ouviram o que o júri falou ?
Ashley é culpada. Tiveram medo de aparecer!
Você é uma covarde Toni Prescott.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: