12 de mai de 2013

Mães escritoras


Como se não bastasse todo o talento, realização pessoal e profissional como escritoras, elas ainda são mães. Multi-talentosas sim, pois ser mãe de verdade, naturalmente é um talento, e acima de qualquer grande valor, elas têm o dom de conceber a vida.

Desde o ventre, até a nossa maturidade, elas nos tem como eternos filhos, e uma vez mãe, sempre mãe.

E nesse dia especial, o blog fez uma pequena seleção desses seres, enigmáticos, mágicos, essenciais a nossa vida e ao amor.

 

 

Agatha Christie (1890 – 1976) – Britânica, teve uma única filha Rosalind Hicks, (nascida em 1919) com o seu primeiro marido Coronel Archibald Christie, e em 1943 ganha um neto, Mathew.

Escreveu mais de 80 livros, ela é a autora mais publicada de todos os tempos em qualquer idioma com mais de 4 bilhões de cópias vendidas. Conhecida como “A Rainha do Crime”, seus romances

policiais indesvendáveis até o final da história estão quasesempre envoltos numa atmosfera de mistério e crimes dos mais diversos gêneros. Sua filha faleceu em 2004, e seu neto Mathew,

reside atualmente no País de Gales e tem 3 filhos.

Agatha e Rosalind

Clarice Lispector (1920 – 1977) – A famosa escritora nacionalizada brasileira era na verdade Ucraniana, mas chegou ao Brasil ainda bebê com sua família. Escreveu 21 livros, foi romancista,

contista, cronista e jornalista. Mãe de 2 filhos, Pedro, natural da Suíça em 1948, que com apenas 11 anos de idade foi diagnosticado com esquizofrenia, doença esta que fez Lispector se

sentir culpada até o fim de seus dias, por não saber lidar com a situação; e seu segundo filho, Paulo, nascido cinco anos depois deseu irmão, em Washington D. C. Ambos ela teve com o esposo Maury

Gurgel Valente. Clarice escrevia seus romances com a máquina de escrever no colo enquanto cuidava dos filhos pequenos, e depois da separação de Maury, volta a morar no Rio de Janeiro, sozinha com

os filhos. Faleceu em 1977 de câncer no ovário.

Clarice e Paulo

J. K. Rowling (1965) – É a conhecida autora da saga Harry Potter. Nasceu na Inglaterra e atualmente está com 46 anos. Seus livros,traduzidos para sessenta e quatro línguas, venderam mais de 400

milhões de cópias pelo mundo todo, e renderam a autora 1 bilhão de dólares, sendo a primeira pessoa a tornar-se bilionária escrevendo livros. Rowling é mãe de 3 crianças, Jessica, David e Mackenzie.

Enquanto escrevia seu primeiro livro em pubs ingleses (pois aonde morava não tinha aquecimento no inverno, o que a levava a se refugiar nesses lugares públicos), a primogênita Jessica sempre

acompanhava a mãe, em seu carrinho. Antes do reconhecimento e fama, Rowling como mãe solteira recém-separada passou por grandes dificuldades financeiras e uma forte depressão. Casou-se novamente em 2001, com o médico Neil Michael Murray e com ele teve os dois meninos.

J. K. Rowling

Clara Averbuck (1979) – Nasceu em Porto Alegre, escreveu 4 livros, blogueira, jornalista e cantora, de alma inquieta e mente efervescente, ficou conhecida através dos blogs brazileira!preta e

Adiós Lounge, e por seus livros “Máquina de Pinball”, “Das Coisas Esquecidas Atrás da Estante” e “Vida de Gato”. É mãe da Catarina Averbuck Schenberg, que nasceu em São Paulo no mês de julho do ano de 2003. Atualmente a escritora atualiza seu blog no R7 Clara Averbuck.

Clara e Catarina

Rachel de Queiroz (1910 – 2003) – Natural de Fortaleza, romancista, contista, tradutora, jornalista e cronista, lutou por seus ideais sendo militante do Partido Comunista, enfrentou a Ditadura Militar, foi presa, e nesse meio tempo, desde o seu ingresso na imprensa com apenas 15 anos, nunca deixou de escrever e traduzir. Com 22 anos casa-se com o poeta José Auto da Cruz Oliveira e no ano seguinte dá a luz à Clotilde (nome em homenagem a sua mãe), que falece 18 meses depois de septcemia.Foi mãe por tão pouco tempo, mas tempo suficiente para que decidisse não engravidar novamente. Sete anos depois, separa-se do marido, e em 1940 passa a viver com o médico Oyama de Macedo, e este casamento dura 42 anos, até o falecimento do esposo. Durante toda a vida ganhou diversos prêmios, medalhas e títulos, além de ser a primeira mulher a ocupar uma cadeira na Academia Brasileira de Letras. Em todo os seus 92 anos de vida, Rachel escreveu mais de 25 obras, e traduziu mais de 40 livros. 

Rachel de Queiroz

Lygia Fagundes Telles (1923) – Escritora e jurista, nasceu em São Paulo aonde reside até hoje. Deveras reconhecida e premiada, Lygia é ocupante da cadeira 16 da ABL, e da cadeira 28 da Academia Paulista de Letras. Escreveu mais de 25 livros, dentre eles romances, contos e crônicas. Com 27 anos casa-se com o jurista Goffredo da Silva Telles Jr. e com ele tem seu único filho, Goffredo da Silva Telles Neto, cineasta. Em 1960 separa-se devido ao ciúmes do marido, e dois anos depois, junto com o filho, vai morar com Paulo Emílio Salles Gomes, este ligado ao mundo das artes e cinema, fundador da Cinemateca Brasileira. Fica viúva 10 anos depois do feliz e bem sucedido casamento, e depois de muito sofrer com a perda do marido, decide não se casar mais. Lygia também foi conhecida por ser uma apaixonada por gatos e por ser grande amiga da escritora Hilda Hilst.

            Lygia e Goffredo             

Cecília Meireles (1901 – 1964) – Com talentos diversos, a poetisa carioca que começou sua carreira muito jovem aos 9 anos de idade, era também professora, jornalista e pintora, considerada uma das vozes líricas mais importantes das literaturas de língua portuguesa. Órfã de pai e mãe foi criada pela sua avó portuguesa, D. Jacinta, e com 21 anos se casa com o artista plástico Fernando Correia Dias com quem teve três filhas, conhecidas como As Três Marias de Cecília, são elas: Maria Elvira, Maria Matilde e Maria Fernanda, esta última se tornou uma atriz de sucesso. Seu esposo que sofria de depressão aguda, suicidou-se em 1935. Cecília Meireles têm mais de 50 obras publicadas, ganhou diversos prêmios e homenagens durante sua vida e após sua morte, tendo seu rostoinclusive impresso numa cédula de 100 cruzados novos, nos anos 80.

           Cecília e suas Três Marias            

Mary Shelley (1797 – 1851) – Filha de um filósofo e de uma pedagoga, a britânica, mundialmente conhecida pela criação do personagem Frankenstein, dramaturga, ensaísta, biógrafa e escritora de literatura, com 18 anos torna-se amante do poeta e filósofo Percy Bysshe Shelley. A partir de então tem sua vida marcada por tragédias na família, perdas irreparáveis e depressões. Em 1915, no primeiro ano de relacionamento com o poeta, Mary dá a luz a Clara, a primogênita prematura que falece com 2 meses. Passada um grande crise de dívidas, o casal se casa em 1816 e no mesmo ano nasce seu segundo filho Willian, falecido com 3 anos de idade de malária. Na terceira gravidez em 1817, Mary tem novamente uma menina, e a batiza como Clara Everina, mas a pequena morre com 1 ano de idade. Seu quarto e único filho sobrevivente, Percy Florence, nasceu em 1819, mas fica órfão de pai com apenas 3 anos de idade, quando seu barco é tomado por uma tempestade em um lago e o pai morre afogado. Percy filho viveu até os 69 anos de idade. Com a perda do marido, Mary se dedica à educação do filho e a sua carreira literária, e lança 12 livros, sendo muito reconhecida com grande escritora ainda em vida.

Shelley finalmente descansa em paz depois de um tumor cerebral aos 53 anos de idade.

 Mary e Willian, pouco antes de falecer

Hilary Erhard Duff (Houston, 28 de setembro de 1987) é atriz, cantora, compositora, designer de moda, escritora e filantropa americana.
É a segunda filha de Robert Erhard Duff, dono de uma cadeia de lojas de conveniência, e Susan Colleen (Nee Cobb), uma dona de casa. 


Dos 10 anos em diante, estudou somente em casa, tendo os pais como professores. Começou em 2005, um curso extensivo à distância na Universidade de Harvard. Tem um patrimonio avaliado em 200 milhões de euros até 2007, sendo assim a 7ª jovem - de até 25 anos - mais rica do mundo.

O primeiro livro da cantora, Elixir, foi lançado em 12 de outubro de 2010, sendo o primeiro de uma série para jovens-adultos. Conta a história de uma jovem fotógrafa chamada Clea RaymonD, que ao mesmo tempo tem uma dádiva e uma maldição, embarca numa jornada para o Brasil e outras cidades famosas para descobrir o misterioso paradeiro de seu pai.O livro foi um best-seller do The News York Times.

No dia 14 de agosto de 2010, ela oficializou sua união com Mike Comrie jogador de hóquei. Em 14 de agosto de 2011, na comemoração de um ano com seu casamento com Comrie, anunciou em seu site oficial sua gravidez. No dia 20 de março de 2012 Hillary deu á luz a um menino batizado de Luca Cruz Comrie pesando 3,7 kg.

Feliz dia Das Mães

Boa leitura

Casa de Livro Blog

Sidney Matias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: