17 de nov de 2014

O RIO DAS QUATRO LUZES - (A Menina Sem Palavra) - Mia Couto.


Mais um conto que compõe o livro “A Menina Sem Palavra”, Mia Couto expressa com pureza seus sentimentos, cada história que nos é contada.
O Rio das Quatro Luzes nos mostra a vida de um garoto sofrido, que já não era mais um garoto, mesmo com pouca idade.
Foi obrigado a crescer rápido para ajudar a família, a tornar-se homem sem curtir sua infância, sem ter seus momentos infantis.
Certa vez, no velório de um amigo da família, o menino disse que queria estar ali. Naquele lugar, sendo enterrado como seu amigo.
Ele queria ser velho.
Queria ultrapassar o tempo para ter descanso.
Desejava acabar com a vida de tormento, de miséria.
Ele sonhava com a escuridão que lhe daria paz.
Sua mãe ficou temerosa, triste e sombria.
O que fez para que seu pequeno pensasse de tal maneira?
Foi então que o garoto decidiu se abrir com seu velho avô. Expos seus sentimentos, disse que gostaria de morrer.
O que ele poderia fazer para conseguir realizar tal coisa?
Seu avô entrou na onda do rapaz, como criança ele foi brincando com seu neto. Fazendo histórias sobre a morte, o encantando de uma forma pura.
E lhe disse que gostaria de viver muito ainda, e que então iria propor a Deus uma troca. Ele poderia levar o garoto no lugar do velho, assim todos sairiam ganhando.
Tão alegre o menino ficou, sonhava com o dia em que iria ter um sono profundo e eterno.
Seu avô ficou preocupado com o neto, conversou com seus pais, e lhes confessou que nunca pediu para que Deus realizasse troca.
Mas os sonhos do garoto permaneciam despertos em sua mente. Ele precisava de respostas, e seu tempo estava se esgotando.
Ele irá realizar sua vontade?
Casa de Livro Recomenda.


Titulo: O Rio das Quatro Luzes  - A Menina Sem Palavra.
Autor: Mia Couto
Páginas: 160
Ano: 2013
Editora: Boa Companhia

Boa Leitura
Casa de Livro

Karina Belo.



Então, o avô lhe propôs o negócio. As leis do tempo fariam prever que ele fosse retirado primeiro da vida. Pois ele falaria com Deus e requereria mui respeitosamente que se procedesse uma troca: o miúdo falecesse no lugar do avô.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: