7 de out de 2015

TELEFONE SEM FIO – DELIRIUM – Carlos Patricio.


Delirium é sem dúvidas uma obra fantástica.
Carlos Patricio, grande amigo do Blog Casa de Livro, consegue nos prender cada vez mais na leitura de seus contos. Um mais impactante que o outro.
Já estamos na metade do livro, e o coração começa a apertar. Iremos comentar agora sobre o quarto conto de Delirium.
Telefone sem fio nos traz como personagem principal, Ricardo.
Um jovem trabalhador, bonito e muito querido pelos amigos.
Ricardo sempre foi um garoto tímido, não sabia paquerar e estava sempre na dele. Mas após o termino de seu namoro, aceitou o convite de alguns amigos para uma viagem no carnaval.
A festa estava maravilhosa.
Trio elétrico, bebidas e muitas mulheres.
Mas quando Ricardo conheceu Mayra, tudo mudou dentro de si.

A garota era sedutora.
Mayra não tinha pudor, saia com vários homens no mesmo dia e nunca se importou com preservativos.
Ricardo era sim um rapaz bonito, mas o que mais lhe chamou a atenção, foi o fato de ele ser paulista.
Ela era manipuladora, ao notar que Ricardo estava sob o efeito do álcool e após terem relações sexuais, conseguiu ganhar um convite para morar com ele na capital.
Os primeiros meses foram ótimos.
Mayra ganhava presentes de um Ricardo apaixonado, e passava o dia conhecendo a cidade e os homens da região.
Ele foi várias vezes alertado por amigos, mas não queria acreditar que sua Mayra pudesse machucá-lo dessa forma.
Mas Ricardo receberá um resultado.
Algo que mudará seus planos.
Que mudará sua vida.
Qual será a culpa de Mayra no destino do rapaz?
Que resultado terá aquele papel?
Mais um conto que lhe fará delirar.


Após longos minutos de reflexão, o teto branco acabou indicando um plano: Resolver os dois problemas de uma vez só.


Titulo: Telefone Sem Fio – Delirium
Autor: Carlos Patricio.
Ano: 2014
Páginas: 228

Boa Leitura.
Casa de Livro.
Karina Belo.


Luiz espantou-se. Achava que o primo sabia. Droga! Já não bastava que morreria? Precisava agora que ele, seu primo, comunicasse mais uma notícia detestável?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: