24 de nov de 2015

TODA AQUELA INEVITÁVEL PRESSA DE TE DIZER NADA – Adalberto Souza.


Adalberto Souza, grande amigo do Blog Casa de Livro, nos presenteando com mais uma obra de sua autoria.
O autor que já nos presenteou com o livro “FANTASMAS NÃO ANDAM DEMONTANHA-RUSSA”, agora volta com uma escrita mais madura, cativante e emocionante.


A obra da vez “Toda Aquela Inevitável Pressa de te Dizer Nada” é mais uma de poemas de tirar o fôlego, onde o autor nos mostra todo o seu talento em temas distintos e fascinantes.
Um livro escrito com toda a sensibilidade de Adalberto Souza.
Em “Toda Aquela Inevitável Pressa de te Dizer Nada”, o autor fala de romances e amores com uma sensibilidade sem fim.


Também nos deparamos com belos poemas que nos remetem medo.
Perder quem ama é assustador.
Ficar longe da pessoa amada é uma tortura.
Saudades, amargura e amor.
Ingredientes básicos que Adalberto usou para compor uma das melhores obras.


Poemas completos que nos fazem mergulhar nas palavras de forma sublime.
Cada página, palavra, frase lida é uma dança de sentimentos únicos, onde o autor nos conduz, através de dezenas de pequenas histórias, a momentos fantásticos.
Agradecemos a Adalberto, todo o carinho e confiança depositados em nós, Casa de Livro, enviando-nos um exemplar de sua obra e nos proporcionando uma leitura inesquecível.
Casa de Livro Recomenda.



Titulo: Toda Aquela Inevitável Pressa de te Dizer Nada
Autor: Adalberto Souza
Ano: 2015
Páginas: 139
Editora: Buqui

Boa Leitura.
Casa de Livro.

Karina Belo. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: