27 de fev de 2016

SEGUNDO NEGO DE ROSENO - Antônio Torres - (Meninos, Eu Conto)


Antônio Torres apresenta três contos simples. A cara do Brasil retratada de maneira sútil.
No primeiro conto que compõe a obra "Meninos, Eu Conto", a cultura do nosso país é facilmente identificada, no brilho de cada personagem.
"Segundo Nego de Roseno" nos leva para o interior baiano, onde o dinheiro é pouco e o trabalho é muito.
O menino descrito pelo autor, é um jovem garoto que tenta a todo custo ter a admiração de seu pai.
O pai é um homem sério e bravo.
Sempre o fez seguir regras. Deixou claro ao seu filho tudo o que poderia e não poderia fazer.
Nego de Roseno, um vendedor da cidade sabia de todas as histórias e tudo sobre a vida de cada morados daquela vila.
Admirava aquele pai.
Admirava aquele garoto.
E sempre soube que ele tornaria-se um grande homem. 
Um conto brilhante que nos mostra o orgulho e amor incondicional por parte de um pai.
Casa de Livro Recomenda. 

Em casa, além da enxada, agora o aguardava uma nova bateria de ameaças e descomposturas. E esse incidente iria perturbar-lhe o sono durante um largo tempo da sua vida.

Titulo: Segundo Nego de Roseno - Meninos, Eu Conto.
Autor: Antônio Torres
Ano: 2015
Páginas: 80
Editora: Record.

Boa Leitura
Casa de Livro.
Karina Belo.





Uma noite seu pai voltou um pouco tarde da rua e ficou conversando com sua mãe. Estava contando a respeito do que ouvira uns homens dizer sobre o menino.
- Aquele menino é um homem.
Agora sim. Seu pai estava orgulhoso.

3 comentários:

  1. Humm parece bem interessante e geralmente não valorizamos a literatura brasileira. Gostei muito da premissa =]
    ❥Blog: Gordices Literárias

    ResponderExcluir
  2. Humm parece bem interessante e geralmente não valorizamos a literatura brasileira. Gostei muito da premissa =]
    ❥Blog: Gordices Literárias

    ResponderExcluir

Comente: