3 de jun de 2012

Carlos Ruiz Zafón - MARINA




O talento visionário de Zafón para contar histórias é um gênero literário em si.
Em Marina, o escritor nos transporta para um misterioso mundo. Cheio de mágia, terror e um magnífico e puro romance.
Óscar Drai, um rapaz que some do internato onde morava e estudava. Fica desaparecido por uma semana e é encontrado por um policial na estação de Francia. A memória daquele dia voltou e o nome de Marina se acendeu novamente, como uma ferida aberta...
A quinze anos atrás, Óscar vivia em um internato. Sempre com algumas horas livres durante a tarde, aproveitava para  caminhar pela cidade. Certo dia em uma de suas “explorações”, ele parou na frente de uma mansão. Impressionado com o tamanho da residência foi logo entrando. E nesse instante se deparou com Kafka, o gato, que assim como a casa...Era assustador. Aventura inocente de um garoto. Aventura essa que vai transformar sua vida. Já dentro da casa, Óscar encontra um relógio com a seguinte mensagem gravada: “Para Gérman, em quem fala a luz!”. Por um descuido, ao ouvir um barulho, o garoto sai correndo, levando o relógio consigo.
Depois de muito pensar, ainda com medo, mas sabendo que não é certo permanecer com algo que não é seu, volta ao casarão para devolver o relógio. Porém quando chega ao portão, encontra Kafka, e com ele sua dona: Marina. 
Marina um pouco levada, acaba assustando o garoto. Inventando histórias sobre fantasmas e bruxas. Mas Óscar ficou encantadíssimo com a linda garota e não saiu novamente correndo, por mais assustado que estivesse. Descobrindo que Gérman é o pai dela, fala sobre o relógio e devolve-o pessoalmente. Gérman é um homem maravilhoso, que trata Óscar como um verdadeiro filho, nascendo assim uma verdadeira amizade, que durará por toda a vida.
O menino vê em Marina e seu pai, a família que nunca teve, e começa a passar horas e horas todos os dias na companhia dos dois. Mas tem algo terrível acontecendo, que ele não consegue saber o que é. E Marina faz de tudo para esconder dele. Mas pede para que Óscar fique pra sempre com ela. Deseja aproveitar a sua vida ao lado de seu único e grande amigo.
E é nessa hora meus caros leitores que Zafón, literalmente, nos leva para um mundo mágico.
Estamos na linda Barcelona de 1970, na companhia de Óscar e Marina, e vamos parar em um cemitério, seguindo a dama de negro. Descobrindo um esconderijo secreto, onde Kolvenik se esconde. Ele é uma lenda da cidade. Foi um lindo rapaz, muito rico, porém gravemente doente que acabou se transformando em um verdadeiro monstro.
Fazendo experimentos com outras pessoas e transformando-as em demônios, pessoas semimortas que irão lutar ao seu lado.
Os dois garotos, descobrem segredos de vida e morte. Conhecem elementos importantes dessa trama, e arriscam a própria vida para manter Barcelona a salvo do poder das trevas.

Eles conseguirão sobreviver?

Marina já sabia de tudo e envolveu Óscar para viver a aventura que sempre sonhou?

Carlos Ruiz Zafón, nos mostra o poder da amizade. Duas crianças vivendo momentos aterrorizantes, em uma obra incrível com detalhes perfeitos, para realmente nos fazer viajar.

Segredos revelados.
Passados descobertos.

Um dos melhores livros já escrito.

E qual é o segredo de Marina?

Todos têm um segredo trancado a sete chaves no sótão da alma. Este é o meu.




Titulo: Marina
Titulo Original: Marina
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Ano: 2011
Páginas: 192
Editora: Suma de Letras


Boa Leitura

Casa de Livro Blog

Karina Belo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: