21 de nov de 2012

Elizabeth Gilbert - COMER, REZAR, AMAR


Olá galera! Hoje Casa de Livro irá comentar sobre uma obra singular. Uma leitura diferente que te faz viajar por lugares incríveis acompanhado de uma mulher linda, inteligente e divertidíssima.
Comer, Rezar, Amar se baseia nas memórias da autora, que viajou por três países diferentes, Itália, Índia e Indonésia, viagem que durou um ano e que teve como intuito fazer com que ela entendesse o seu verdadeiro eu e para que pudesse se reencontrar.
Com sua vida toda debilitada após um árduo processo de divórcio, Elizabeth Gilbert sentiu que precisava de um tempo para ela mesma, para renovar seus pensamentos e para entender que era sim uma mulher especial e linda. Então decidiu rumar à Itália para aprender à sentir prazer através da comida e para aprender italiano, idioma esse que a mesma sempre se sentiu atraída. Na Índia se concentrou em sua espiritualidade, praticando meditação e buscando um autoconhecimento mais profundo. Em Bali, na Indonésia, tinha a intenção inicial de se preparar para voltar aos Estados Unidos, mas pelas artimanhas do destino, encontrou o homem de seus sonhos por lá e aprendeu não só a amar mais autenticamente, como aprender a se deixar ser amada.
E é justamente esse tom casual, romanceado e aparentemente natural, que atribui ao livro essa qualidade tão magnética. Parece que Lis está conversando com você, ela faz perguntas direta ao leitor e nos faz realmente refletir , parar e pensar no que ela realmente esta dizendo. E não é só isso. A autora é de uma sensibilidade mental refinadíssima e ora nos comove com suas experiências tão bem retratadas com suas palavras, ora nos faz rir com seu aguçado senso de humor.
Comer, Rezar, Amar não é uma obra que foi escrita para agradar a todos, se você é muito prático, por exemplo, pode achar o livro um porre. Pois o que a autora deseja é mostrar que certas pessoas tem um lado reflexivo, tem aquela ânsia de saber o porquê esta no mundo, o porquê de sua existência. E isso é bem interessante, ela realmente consegue fazer com que entendamos algumas coisas que todos já pensaram.
Uma história interessante, que realmente vale a pena conferir. Pois nos mostra culturas diversas e nos ensina a ser mais pacientes, respeitosos e confiantes em nós mesmos e também nas outras pessoas. Eu posso dizer que Comer, Rezar, Amar é mais do que um simples livro, realmente é uma história a ser apreciada por seus ensinamentos mais profundos.
Também devemos lembrar que a obra ganhou uma versão cinematográfica, estrelada por Julia Roberts. Mesmo com as modificações que sempre ocorrem, foram mostrados no filme os detalhes que Elizabeth tanto frisou. Vale a pena conferir.
Comer, Rezar, Amar irá fazer com que você chore e sorria de uma maneira única.
É melhor viver o seu próprio destino de forma imperfeita do que viver a imitação da vida de outra pessoa com perfeição.


Titulo: Comer, Rezar, Amar.
Titulo Original: Eat, Pray, Love.
Autora: Elizabeth Gilbert
Ano: 2006
Páginas: 342
Editora: Objetiva
Nota: 3

Boa Leitura

Casa de Livro Blog 

Karina Belo


O amor é sempre complicado. Mas, mesmo assim, os seres humanos precisam se amar, querida. A gente precisa ter o coração partido algumas vezes. Isso é um bom sinal, ter o coração partido. Quer dizer que a gente tentou alguma coisa


- Sinto sua falta.
- Então sinta minha falta. E me mande amor e luz toda vez que pensar em mim. Depois esqueça. Não vai durar pra sempre, nada dura.
As pessoas acham que a alma gêmea é o encaixe perfeito, e é isso que todo mundo quer. Mas a verdadeira alma gêmea é um espelho: a pessoa que mostra tudo que está prendendo você, a pessoa que chama a sua atenção para você mesmo, para que você possa mudar a sua vida. 
Uma verdadeira alma gêmea é provavelmente a pessoa mais importante que você vai conhecer, porque elas derrubam as suas paredes e te acordam com um tapa. Mas viver com uma alma gêmea para sempre? Não! Dói demais. As almas gêmeas só entram na sua vida para revelar a você uma outra camada de você mesma, e depois vão embora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: