27 de mai de 2014

A SOMBRA DA LUA - (Mistérios Noturnos) - Sherrilyn Kenyon


Mais um conto que compõe o livro Mistérios Noturnos, onde quatro autoras foram selecionadas para nos encantar com suas histórias arrepiantes, e nos mostrar todo o seu talento de forma impressionante.
A Sombra Da Lua, história escrita por Sherrilyn Kenyon, nos transporta para um mundo obscuro e totalmente fora da realidade. Em um lugar habitado por magia e seres das trevas, os Lobos lutam para sobreviver e manter sua família a salvo.
Fury é nosso personagem central de hoje. Um lobo totalmente leal a seus entes queridos, que se vê obrigado a lutar contra o seu grande amor para descobrir o que aconteceu com os seres Latarianos.
Angelia foi destinada a caçar os seres que habitam as sombras da Lua, mas ela não poderia imaginar que encontraria Fury. Um amor até então adormecido em seu peito, que enfrentou batalhas e provações.
Quando Fury é capturado por Dare, que ajuda Angelia em sua missão, ela sente uma necessidade incontrolável de protegê-lo. De trair seus amigos, de lutar por seu amor.
Mas como ela poderia ajudar um Lobo, alguém que ela foi designada a matar?


Por outro lado mesmo nutrindo uma raiva em seu coração, Fury seria incapaz de machucar Angelia, e só ela poderia ajudá-lo a desvendar os mistérios que vem ocorrendo em seu mundo, só ela poderia lhe dar respostas, só Angelia poderia ajudá-lo a descobrir quem esta roubando os poderes dos seres das sombras.
Juntos lutarão para descobrir os Mistérios que os cercam. Para descobrir o porquê se separaram.
Uma luta barbárie, que levará muitos seres à morte, mas que poderá salvar raças, pela eternidade.
Mistérios Noturnos nos envolve, cativa e assombra.
Casa de Livro Recomenda.



Titulo: A Sombra Da Lua – Mistérios Noturnos
Titulo Original: Shadow Of The Moon
Autor: Sherrilyn Kenyon
Páginas: 111 até 213.
Ano: 2008
Editora: Universo dos Livros

Boa Leitura.
Casa de Livro.

Karina Belo.


Ele era um lobo.
Tentando concentrar-se nisso, ela ajoelhou-se ao seu lado.
Fury rosnou ameaçadoramente até que olhou e encontrou o olhar dela. A dor e a tormenta reprimidos naqueles olhos turquesa fizeram Angelia estremecer. E, quando desceu o olhar, vislumbrou a cicatriz em seu peito. O ferimento que ela lhe causara.

A culpa dilacerou-a por completo e Angelia pensou que nunca devia ter feito aquilo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: