29 de ago de 2014

UMA ILUSÃO REFERENTE A UM URSO E UM ASNO - (Contos de Fantasmas) - Daniel Defoe.


Daniel Defoe sempre nos surpreende com suas histórias empolgantes.
Envolvendo-nos em mais um conto que compõe o livro “Contos de Fantasmas”, o autor nos mostra uma história divertida e assustadora.
“Uma Ilusão Referente a um Urso e a um Asno”, nos mostra a história de um homem da alta sociedade. Conhecido pelos seus belos cavalos e pela sua mania de sempre estar doente.
O Senhor referido, foi passar algumas horas papeando com amigos, e levou seu criado junto. Para companhia durante a viagem.
Após muito conversar, beber, estava sentindo-se bem e feliz. Pronto para voltar para casa.
Porém a noite já havia caído junto a ela uma nuvem negra que fazia a chuva torrencial assustar seu jovem cavalo.
Como estava perto de casa, decidiu continuar a viagem. Não poderia parar no meio de caminho. Só havia mato ali, não teria como se esconder.
Mas uma figura misteriosa apareceu para assustá-los ainda mais.
Um par de olhos hipnotizadores, no meio da noite.
Apenas aqueles olhos iluminados eram vistos.
Tratava-se de lua cheia, o Senhor não acreditava em lobisomens.
Apenas uma coisa poderia ser o demônio.
Seu cavalo ficou aterrorizado.
O criado Gervásio não sabia como agir.
Eles precisavam correr, para se salvar.
O demônio estava à espreita, e não tardaria a atacar.
Qual será o destino desses dois cavalheiros?
Será realmente o demônio?
Eles serão atacados?
Mais um conto que Daniel Defoe consegue nos prender e nos instigar.
Casa de Livro Recomenda.



Titulo: Uma Ilusão Referente a um Urso e a um Asno - Contos de Fantasmas
Autor: Daniel Defoe
Ano: 1720
Páginas: 120
Editora: L&PM POCKET

Boa Leitura
Casa de Livro.

Karina Belo.



E o sábio Senhor... Insiste até hoje que viu o diabo e que o reconheceu por seus grandes olhos, embora se saiba que um tem os olhos pequenos. Mas não é possível persuadir qualquer pessoa sujeita a pavores de que não viu o diabo, se viu alguma coisa, e se está certa de que não sabe de que se trata.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: