7 de nov de 2014

IMPÉRIO DOS GUERREIROS - O REI DRAGÃO - Rodrigo Ponciano.


Mais uma parceria que o Blog Casa de Livro tem a honra de apresentar.
Rodrigo Ponciano é um autor iniciante que nos apresentou sua obra. Uma história escrita com elegância arcaica e aventuras modernas.
“Império dos Guerreiros – O Rei Dragão”, nos conta a vida de Tolien.
Jovem dotado de uma coragem inquestionável, que muda radicalmente de vida, após ser escolhido para uma mágica missão.
Tolien é filho de fazendeiro.
Vivia em suas terras ajudando seus pais, e brincando no meio das colheitas.
Tinha o grande sonho de um dia se tornar um guerreiro, sabia que era quase impossível. Todos os jovens nomeados guerreiros tem origem, ele era apenas um fazendeiro, nada poderia fazer para mudar isso.
Passava dias e noites lendo seus livros, inventando histórias, transformando suas brincadeiras em combates, para que pudesse se sentir mais perto daquele mundo, para que pudesse se sentir realmente um guerreiro.
Não poderia imaginar que sua vida estava prestes a mudar.
Um mago tinha como objetivo encontrar o escolhido. Um jovem de grande coragem e honra que teria a proteção dos deuses para uma jornada épica.



Deveria encontrar uma espada, a Schandar, e levar honra ao seu reino.
Quando Tolien foi escolhido, ninguém acreditou que um fazendeiro poderia guiar seus homens para o grande feito.
A espada Schandar, Rei Dragão, era uma lenda. Todos almejavam conquistá-la, mas nunca conseguirão.
O garoto aceitou treinar, para se tornar o guerreiro que todos desejavam, iria então seguir o caminho para encontrar a espada perdida.
Os treinos foram cruéis.
Tolien que era apenas um garoto tornou-se um homem frio. A maratona de treinos e combates na arena tiraram, tiraram todas as suas emoções.
Foi perseguido por outros garotos que ali treinavam.
Foi ameaçado de morte, infinitas vezes.
Mas Tolien era valente e tinha um coração puro.
Tornou-se habilidoso, forte e um lutador meticuloso. Ninguém poderia enfrentá-lo.
Mas o dia de sua grande jornada estava chegando.
Ele precisava lutar para provar seu valor.
Existiam pessoas querendo acabar com sua jornada, acabar com sua vida.


Chegou a hora da grande verdade.
Tolien conseguirá sobreviver?
Grandes batalhas virão, ele cairá em uma armadilha?
Conseguirá encontrar a Schandar e concluir sua missão?
Uma história magnífica, escrita com emoção e aventura na dose certa.
Rodrigo Ponciano com certeza será um grande nome da literatura.
Agradecemos pela história linda que nos apresentou, e desejamos todo o sucesso.
Casa de Livro Recomenda.


“Estes são meu escudo e minha espada: meu irmão e minha fiel amiga, sempre comigo. Protejam a mim e a meu irmão em batalha, ao meu reino e a minha vida!
Estarei sempre a sua sombra, protegido por minha lâmina. Se possível, morrerei com minha amiga nas mãos para proteger ao meu irmão. Olharei com fúria para meu inimigo e marcarei seu rosto, esperando para encontrá-lo em outra vida, onde me vingarei”.



Titulo: Império dos Guerreiros – O Rei Dragão
Autor: Rodrigo Ponciano
Ano: 2014
Páginas: 320

Boa Leitura
Casa de Livro

Karina Belo.
  


Aduzam, cansado das viagens e perdido em pensamentos, olhou para o céu em busca de orientação dos deuses e sentiu seu olho, o único que tem, arder. Distraído, esbarrou em Tolien. Por um instante, ambos perceberam uma estranha conexão: seus olhos brilharam, revelando as visões de cada um. Aduzam vislumbrou, em segundos, a vida do jovem e algumas passagens de sua própria vida. O garoto se viu mais velho, em diversos campos de batalha e, depois, sentado em um grandioso trono branco. Passada as visões, Aduzam se equilibrou na pilastra a sua frente, sussurrando.
- Uma forma estranha de mostrar respostas, deuses.

 

Suas vítimas apenas percebem sua presença na hora da morte. Ali estava o famoso lobo, devorando sua presa. Tolien conteve a respiração. Mesmo assim, foi notado. O terrível animal, encarando em desafio Tolien, levantou a cabeça e expôs a boca, encharcada pelo sangue da presa. A noite soprava um vento frio, que até então Tolien não sentira. Estava tremendo, não sabia se por frio ou medo. Quais seriam suas chances com o lobo gigante? As presas do lobo eram enormes como adagas. Uma mordida e teria o braço arrancado. Ficaram se encarando por segundos que pareciam uma eternidade.

 

Deixei a sala. A conversa com o ancião me fez comprovar que, realmente, todos depositavam suas esperanças em minha vitória. Caso falhasse, seria uma grande decepção. Fiquei amedrontado. Como Haley, senti que precisava provar, especialmente a Lamorde, minha capacidade de superação: deixar de ser o simples filho de um senhor de terras para me tornar o tão esperado conquistador de Schandar.

 

Finalmente, a jornada de Tolien se iniciou.

Descemos por um monte que formava um caminho em espiral e que nos levou a uma trilha para uma cachoeira. Tolien olhava para ela com saudades. E seus amigos também. Entramos na estrada. Nos campos, algumas pessoas levantavam os olhos para nos cumprimentar, enquanto outras abençoavam nossa jornada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: