12 de jan de 2015

O JOGO DA CARONA - (Risíveis Amores) - Milan Kundera.



Risíveis Amores, uma obra composta por contos maravilhosos escritos por Milan Kundera.
O segundo conto nos mostra a verdadeira identidade das pessoas, uma forma de fazer vir à tona todos os seus desejos, a sua alma.
“O Jogo da Carona” é um conto comovente e reflexivo, até que ponto a mente humana pode brincar com seu corpo?
Com seus atos?
Um jovem casal consegue realizar a primeira viagem juntos.
Mesmo juntos há quase um ano, é a primeira vez que conseguem tirar férias juntos.
Ele como seus 28 anos, um homem já maduro e que sabe seduzir uma mulher como ninguém.
Ela com 21 anos, ingênua e também recatada. Saber como ficar sem graça na frente dos homens.
O que mais encantou o rapaz foi à pureza da garota. Ele sentia que ela não era como as outras. Que ele poderia amá-la sem medo da infidelidade.
Em contra partida, excessivamente ciumenta, via nos trejeitos de seu companheiro, em suas palavras, a infidelidade estampada.
Durante a viagem então, ela decidiu fazer um jogo. Em que seriam apenas desconhecidos.
Quando pararam em um posto de gasolina, ela desceu do carro e logo em seguida entrou como se fosse uma desconhecida.
Ele não entendeu muito bem o porquê daquele jogo. Mas entrou na onda, e foi descobrindo facetas de sua amiga, que até então eram desconhecidas.
Estava imaginando-a como uma puta, uma mulher fácil que já deveria ter agido dessa forma com muitos outros.
Ele sentia raiva dela, e faria de tudo para conseguir humilhá-la.
A garota estava ficando com medo das atitudes de seu companheiro, mas não poderia abandonar o jogo. Estava sentindo-se poderosa no começo, mas agora não sabia mais como agir.
Tornaram-se realmente desconhecidos.
Ela conseguirá manter o amor vivo dentro do rapaz?
Será possível que a sensação de raiva fuja de seu coração?
Uma obra maravilhosa, que todos devem ler.

 


Titulo: O Pomo de Ouro do Eterno Desejo - Risíveis Amores
Autor: Milan Kundera
Páginas: 236
Ano: 1987
Editora: Nova Fronteira

Boa Leitura
Casa de Livro

Karina Belo.



Havia algo no jogo da moça que começava a irritá-lo, agora que estavam frente a frente compreendeu que, se ela lhe parecia outra, não era apenas por causa de suas palavras, mas porque ela estava tão inteiramente metamorfoseada, nos gestos e na mímica, que se parecia, com repugnante fidelidade, àquele tipo de mulher que ele conhecia muito bem e que lhe inspirava ligeira aversão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: