24 de fev de 2015

CONTOS DE ZÉ AGOURO - (Contos Que eu Conto) - Priscila Magalhães.


Priscila Magalhães consegue nos encantar com mais um conto de sua autoria.
“Contos Que Eu Conto” nos mostras inúmeras pequenas histórias distintas, que Priscila nos apresenta.
Contos de Zé Agouro nos retrata a história de Desidério.
Um homem simples que vivia no interior, e sofria com o azar.
Nada do que queria dava certo, tudo de ruim acontecia com o homem. Ninguém se importava, ninguém enxergava Desidério.
Foi quando certo dia, voltando do bar, ele encontrou um homem desconhecido.
Nunca havia presenciado tal figura, ali pelas bandas da cidade.
Teve medo a principio, o homem estava vestido dos pés a cabeça de preto, conhecia Desidério, sabia de sua história, de suas vontades.
Essa figura misteriosa propôs um trato com Zé Agouro. Disse que lhe ajudaria a conquistar seus objetivos, mas voltaria para cobrar o que acha justo.
Desidério aceitou o trato, foi para casa e até esqueceu-se do misterioso homem.
Mas a partir de então, sua vida começou a mudar.
Passou a ser notado pelas outras pessoas, a mulher por quem era apaixonado lhe sorria sempre.
As coisas estavam melhorando.
Passou a ser corretor de gados, ganhar dinheiro e viver em uma mansão.
Mas o preço deveria ser pago.
O dia do acerto de contas estava próximo.
Quem seria o homem de preto?
O que ele desejaria em troca?
Uma história fabulosa, que todos devem ler.
Casa de Livro Recomenda.



Titulo: Contos de Zé Agouro - Contos Que eu Conto.
Autora: Priscila Magalhães.

Boa Leitura.
Casa de Livro.

Karina Belo.



No dia seguinte ele foi à cidade, pensava em comprar uma manta nova, um casaco e um chapéu quando, para sua surpresa foi recebido por todos como um figurão. Desidério nunca tinha sido tratado como gente importante, aliás, ele nunca tinha sido tratado como gente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: