2 de abr de 2015

A MOÇA DA JANELA - (Contos Que eu Conto) - Priscila Magalhães.


Priscila Magalhães nos honra novamente com um conto cheio de sentimentos e realidades.
Continuando as pequenas histórias que fazem parte de “Contos Que Eu Conto”, somos surpreendidos pela doçura e leveza de suas palavras.
“A Moça da Janela” é um conto que nos encanta pela sua pureza. Retratando com detalhes sentimentos simples, mas com uma riqueza sublime.
Uma garota que estava todos os dias debruçada sobre a janela, contemplando uma paisagem que só ela entendia.
Certo rapaz todos os dias admirava aquela bela garota, que com sua inocência, admirava ao mundo.
Intrigado sempre se perguntava o que tanto lhe despertava a atenção.
Ali nada existia que pudesse deixar uma pessoa tão admirada.
Foi quando decidiu perguntar a bela moça o encantamento que aquilo lhe causava.
A resposta foi apenas um sorriso.
Mas em seu olhar, ele perceber que o mais valioso é que enxergamos com a alma, e não com nossos olhos humanos.
Ele aprendeu que as paisagens mais belas, são aquelas guardadas em nossos corações. E que podem ser contemplados e admirados diante das paisagens mais catastróficas.
Uma história com uma emoção incrível.
Casa de Livro Recomenda.


Titulo: A Moça da Janela - Contos Que eu Conto.
Autora: Priscila Magalhães.

Boa Leitura.
Casa de Livro.

Karina Belo.

 


Tinha no rosto o segredo que somente os enamorados trazem, sem nunca ter uma sombra que encobrisse aquela beleza única.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: