29 de mai de 2015

O ESCARAVELHO DE OURO - (Histórias Extraordinárias) - Edgar Allan Poe.


Edgar Allan Poe é sem dúvidas um dos melhores autores que já fizeram parte da literatura.
Histórias Extraordinárias são recheadas de contos incríveis, que nos mostram aventuras impressionantes.
“O Escaravelho de Ouro” nos mostra um homem apaixonado por objetos e insetos misteriosos.
Tudo passa fazer sentido em suas teorias, quando Willian Legrand encontra o esse inseto de ouro.
Mas o Escaravelho de Ouro, não foi parar em suas mãos, por conta de uma simples coincidência.
Legrand foi ficando a cada dia mais aterrorizado e doente.
Ele não sabia explicar o que estava sentindo, mas o escaravelho tinha um poder sobrenatural sobre a sua vida.
Júpiter, seu criado, estava ficando verdadeiramente preocupado com seu patrão.
Ele sabia que Legrand não estava bem, mas não conseguia entender o porquê aquilo havia afetado tanto a mente de seu senhor e amigo.
O negro Júpiter já não aguentava ver Legrand tão fantasioso e louco da cabeça.
Foi então a procura de um grande amigo da família, que poderia reverter à situação e ajudar levando um médico até a residência de William.
Mas o Escaravelho de Ouro dominava todos que colocavam os olhos nele.
Legrand confessa que além de valor o inseto o estava lhe mostrando um tesouro.
Afirma que precisaria da ajuda de todos, para que pudessem encontrar o tesouro perdido.
Seriam donos de uma fortuna incalculável.
Mas eles devem encontrar um crânio humano que está apodrecendo em uma árvore encantada.
Esse seria o caminho que teriam para encontrar a sua fortuna.
Eles irão seguir esse plano insano?
Encontrarão a fortuna?
Uma história que envolve o psíquico e nos leva a tentar desvendar tal mistério.
Casa de Livro Recomenda.


- Sim! É um estranho escaravelho, confesso.
É novo pra mim.


Titulo: O Escaravelho de Ouro - Histórias Extraordinárias
Autor: Edgar Allan Poe
Páginas: 317
Editora: Otto Pierre Editores

Boa Leitura.
Casa de Livro.

Karina Belo.


- Enfim! – Exclamou ele com um profundo suspiro, como se falasse consigo mesmo. – E tudo isto por causa do escaravelho de ouro?
O lindo escaravelho de ouro! O pobre escaravelho que tu injuriavas que caluniavas. Não tens vergonha de ti mesmo, negro? Que tens para responder?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente: